• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vitória recebe peça que retrata sessões de Hilda Doolittle com Freud após bloqueio literário

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Vitória recebe peça que retrata sessões de Hilda Doolittle com Freud após bloqueio literário

A peça é protagonizada por Antonio Quinet e Bel Kutner. Baseada nos escritos de Hilda os espectadores assistem a delicada relação entre os personagens

Acontece no próximo sábado, dia 18 de novembro, no Teatro universitário, na UFES, a pela Hilda & Freud. O espetáculo retrata a análise da poeta Hilda Doolittle com Sigmund Freud na Viena dos anos 30. 

A sessão de psicanálise retrata um dos mais importantes testemunhos sobre a prática da psicanálise efetuada por seu fundador.

 Durante a ascensão do nazismo, Hilda expõe com detalhes seus encontros no consultório do pai da psicanálise, onde se despe de qualquer censura para reviver seu conturbado passado que resultou em um bloqueio literário. 

Hilda Doolittle

Hilda foi uma mulher à frente de seu tempo, dona de um percurso marcado pelos traumas deixadosdurante a I Guerra Mundial. Além disso, seus medos, amores, lutas, sonhos e alucinações suscitam em seu analista intervenções geniais que mudam a vida da escritora, além de fortalecer uma relação de forte amizade com Freud.

Antonio Quinet

Segundo o psicanalista (autor, diretor e ator)  Antonio Quinet, “As pessoas vão ver um
Freud em ação de uma forma inimaginável através da visão de uma paciente, e não de seus próprios relatos”. 

A convite do Freud Museum, duas temporadas do espetáculo foram apresentadas, uma em 2013 e uma em 2015, em Londres, quando do lançamento do livro da peça em inglês. Em agosto deste ano, Hilda e Freud também passou pela cidade de Buenos Aires, na Argentina. 

Elenco

Nas apresentações internacionais, Quinet contou com atrizes convidadas. Para a estreia nacional, ele chamou a atriz Bel Kutner, que se encantou imediatamente com o projeto. 

“Há um ano o Antonio me procurou e surgiu uma vontade de trabalharmos juntos. Depois de outros textos de sua autoria ele me apresentou Hilda e Freud e eu fiquei alucinada. Hilda era uma mulher muito sensível, que passou por coisas tenebrosas e buscou sua salvação na arte, na poesia e na psicanálise, numa época que a psicanálise estava florescendo, enquanto o mundo se deteriorava por conta das guerras", relata.  

História

Baseada nos escritos e na correspondência de Hilda Doolittle (1886-1961), os
espectadores assistem à trajetória e aos conflitos dessa delicada escritora e sua relação
de amor em versos livres, definição de sua relação com seu psicanalista. Com uma vida
afetiva libertária e tumultuada, de uma sensibilidade extrema e melancólica, H.D. fez
algumas tentativas de análise até chegar ao divã de Freud. Em março de 1933,
desembarcou em Viena e instalou-se num hotel para sessões diárias no divã em que fez
sua “grande viagem” com o Professor, o “médico irrepreensível”.

Serviço

Bel Kutner e Antonio Quinet em HILDA & FREUD
Dia – 18 de novembro
Sábado, às 21h
Local: Teatro Universitário - UFES
Endereço: Av. Fernando Ferrari, 514 – Campus da UFES.
Duração: 60 minutos
Gênero: Drama