• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Arsenal volta a bater o Milan e avança na Liga Europa; Dortmund é eliminado

  • COMPARTILHE
Esportes

Arsenal volta a bater o Milan e avança na Liga Europa; Dortmund é eliminado

Çalhanoglu, de fora da área, abriu o placar para o Milan, mas Welbeck, de pênalti, Xhaka, em falha de Donnarumma, e o mesmo Welbeck, no fim, selaram a virada

O Arsenal voltou a vencer o Milan nesta quinta-feira, em Londres, e garantiu vaga nas quartas de final da Liga Europa. Com a ajuda da arbitragem, que marcou pênalti inexistente quando o rival vencia, o time inglês levou a melhor por 3 a 1 e confirmou a classificação encaminhada com o triunfo por 2 a 0 na ida, na Itália.

Çalhanoglu, de fora da área, abriu o placar para o Milan, mas Welbeck, de pênalti, Xhaka, em falha de Donnarumma, e o mesmo Welbeck, no fim, selaram a virada. Agora, as equipes voltam as atenções para os campeonatos nacionais. O Arsenal pega o Stoke City, em casa, no dia 1º de abril. Já o Milan recebe o Chievo neste domingo.

Em busca de uma tarefa complicadíssima, o time italiano foi para cima e levou perigo logo no primeiro minuto, com André Silva. O Milan era superior e abriria o placar aos 35 minutos. Çalhanoglu recebeu na intermediária e, na sua melhor característica, arriscou de longe, no canto esquerdo de Ospina, que nada pôde fazer.

Antes que pudesse se desesperar, o Arsenal foi ajudado pela arbitragem para empatar. Aos 37, Welbeck caiu na área após cruzar à frente de Ricardo Rodríguez. O árbitro, atrapalhado pelo auxiliar da linha de fundo, deu pênalti inexistente. O próprio atacante partiu para a cobrança, deslocou Donnarumma e garantiu o empate.

O gol abalou o Milan, que viu o Arsenal assumir o controle dos minutos finais e quase virar. Mkhitaryan, duas vezes, e Ramsey, que parou em grande defesa de Donnarumma, tentaram. Na volta para o segundo tempo, o goleiro italiano voltou a impedir o gol adversário, com Mkhitaryan.

Aos poucos, o Milan foi se soltando e teve chances para colocar fogo na partida. Quando o segundo gol italiano parecia próximo, foi o Arsenal que marcou, e com falha de Donnarumma. Aos 25 minutos, Xhaka arriscou de longe, forte, e o goleiro caiu para espalmar, mas não conseguiu tirar a bola da direção do gol. No fim, Welbeck ainda selou o placar para sacramentar a classificação.

DORTMUND ELIMINADO - Ainda nesta quinta-feira, o Borussia Dortmund visitou o Red Bull Salzburg e foi eliminado da Liga Europa. Depois de perder para o rival por 2 a 1 na Alemanha, a equipe viu o rival austríaco ser novamente superior e não passou de um empate por 0 a 0 fora de casa.

OUTROS RESULTADOS - O CSKA Moscou buscou uma improvável virada sobre o Lyon, venceu por 3 a 2 na França e também avançou às quartas. Depois de perder por 1 a 0 na Rússia, a equipe arrancou no segundo tempo desta quinta-feira para ficar com a vaga, graças aos gols de Golovin, Musa e Wernbloom. Cornet e Mariano Díaz marcaram para os franceses.

Já o Sporting precisou da prorrogação para eliminar o Viktoria Plzen. Depois de vencer por 2 a 0 em casa, o time português viu o adversário devolver o placar na República Checa. Mas no tempo extra, o argentino Rodrigo Battaglia se tornou o herói da classificação ao selar o 2 a 1.