• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Arthur treina entre os reservas do Grêmio, mas pode ser titular na quarta

  • COMPARTILHE
Esportes

Arthur treina entre os reservas do Grêmio, mas pode ser titular na quarta

Um dia depois da vitória por 3 a 0 sobre o Internacional, na Arena, pela ida das quartas de final do Campeonato Gaúcho, o Grêmio se reapresentou nesta segunda-feira e trabalhou no CT Presidente Luiz Carvalho. Os titulares do duelo do fim de semana realizaram uma atividade regenerativa, enquanto os demais foram a campo e participaram de um treino tático.

O destaque entre estes que entraram no gramado foi o volante Arthur. De volta após longo período afastado por lesão, ele vai readquirindo a melhor forma e selou o triunfo de domingo, ao marcar o terceiro gol. Agora, vive a expectativa de ser titular na decisão de quarta-feira, no Beira-Rio.

Isso porque Maicon, que vem atuando como titular na posição de segundo volante, precisou ser substituído no domingo após acusar um incômodo muscular. O próprio Arthur entrou em seu lugar e pode ser novamente o escolhido para a vaga do jogador se ele não se recuperar a tempo.

Outra dúvida está na defesa. Pedro Geromel viajou para os amistosos da seleção brasileira e está fora da partida. Bressan é o favorito para a vaga, mas Paulo Miranda é outra opção do técnico Renato Gaúcho.

Independente da escalação escolhida para quarta-feira, a ordem no Grêmio é não se acomodar com a larga vantagem obtida na ida. O experiente lateral-direito Leonardo Moura, de 39 anos, lembrou de uma decepção com a camisa do Flamengo para alertar seus companheiros.

"Tenho uma lembrança não tão boa, do América-MEX, no Maracanã. A gente tinha vencido o jogo lá (por 4 a 2) e tinha vantagem. Chegou no Maracanã, conseguiram fazer 3 a 0. Tem que respeitar, estar focado. A gente só respeita o adversário jogando para cima, para vencer. Não pode deitar na vantagem. Às vezes, a equipe faz um gol no início, o segundo, e dificulta um pouco. Temos que ter inteligência", afirmou.