• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bale marca 3 em amistoso, quebra recorde por País de Gales e celebra: 'Orgulhoso'

  • COMPARTILHE
Esportes

Bale marca 3 em amistoso, quebra recorde por País de Gales e celebra: 'Orgulhoso'

Fora da Copa do Mundo, a seleção do País de Gales entrou em campo nesta quinta-feira para enfrentar a China, em Nanning, pela segunda edição do torneio amistoso China Cup. Sem qualquer dificuldade, os visitantes golearam por 6 a 0, com atuação de gala de Gareth Bale, que marcou três vezes e alcançou uma marca histórica pelo país.

Com os gols marcados nesta quinta, Bale chegou a 29 com a camisa da seleção. Ele ultrapassou Ian Rush, atacante que marcou época pelo Liverpool nos anos 1980 e 1990, e se tornou de forma isolada o maior artilheiro da seleção galesa em todos os tempos.

Como era de se esperar, a marca foi bastante celebrada por Bale, que a alcançou ainda aos 28 anos. "Inacreditável a recepção aqui na China e ver tantos torcedores galeses que viajaram. Estou muito orgulhoso por quebrar o recorde do Ian com os três gols desta noite", escreveu em sua página no Twitter.

A superioridade técnica do País de Gales ficou evidente diante da frágil China, e Bale marcou duas vezes nos primeiros 20 minutos para garantir a vantagem. Sam Vokes e Harry Wilson, ainda na etapa inicial, ampliaram. O mesmo Vokes marcou o quinto no início do segundo tempo, mas foi aos 16 minutos que a festa ficou completa com o recorde de Bale.

Além de dar ao atacante do Real Madrid a artilharia histórica da seleção, a goleada desta quinta marcou positivamente o início de caminhada do ex-meia Ryan Giggs como técnico do país, posto que assumiu em janeiro e no qual estreou somente nesta quinta.

Com o resultado, o País de Gales se garantiu na decisão do torneio amistoso, que acontecerá na próxima segunda-feira, novamente em Nanning. A seleção vai encarar o vencedor do duelo entre Uruguai e República Checa, que jogam nesta sexta. Na primeira edição da competição, no ano passado, o Chile foi campeão.