• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Com Jogo da Estrelas como exemplo de sua evolução, NBB cresce 8 vezes em 10 anos

  • COMPARTILHE
Esportes

Com Jogo da Estrelas como exemplo de sua evolução, NBB cresce 8 vezes em 10 anos

O Jogo das Estrelas de 2018 do NBB, que acontece neste domingo, com atrações a partir das 10 horas, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, exemplifica o crescimento da Liga Nacional de Basquete. Criada em dezembro de 2008, a LNB se consolidou ao longo de dez anos e atualmente movimenta um valor oito vezes maior do que na sua primeira edição.

Por ser uma instituição sem fins lucrativos, os números não são divulgados oficialmente em um balanço anual. Mas apenas o patrocínio master coloca R$ 5,5 milhões nos cofres da LNB por temporada. A Caixa Econômica fechou acordo até 2020 para dar nome ao campeonato, em um total de R$ 22 milhões.

A LNB conta ainda com outros parceiros, como Sky e Avianca, que focam na produção de conteúdos próprios para ações digitais; Penalty, que fornece bolas para o NBB; Liga Ouro e LDB e Nike, que tem acordo para o fornecimento de uniformes para Jogo das Estrelas; staff da LNB; e equipe de arbitragem, além da Infraero.

Há ainda patrocínios pontuais, por exemplo, para o Jogo das Estrelas. O McDonald’s investiu R$ 50 mil para atrelar sua marca ao evento no Ibirapuera e vai distribuir 10 mil Big Macs aos presentes no ginásio em caso de pontuação centenária - o que dificilmente não vai acontecer. Cartões Elo a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) são outros apoiadores do evento de basquete.

O Jogo das Estrelas é considerado pela direção do LNB um chamariz para atrair parceiros no futuro. Paulo Skaf, presidente da Fiesp, decidiu entrar na modalidade como patrocinador do time de Franca após acompanhar o evento in loco na temporada passada.

A partida festiva será exibida pelo SporTV. A transmissão é mais uma conquista da LNB. Atualmente, o NBB é transmitido na TV por assinatura no canal da Globo, na TV aberta pela Band, além de Twitter e Facebook. O próximo passo é exibir 100% dos jogos por um aplicativo para celulares, parecido com o League Pass da NBA, dos Estados Unidos. Trata-se de uma realidade bem diferente de anos atrás, quando foi necessário pagar para transmitir jogos ao público pela Rede TV!.

O dinheiro que entra é para o operacional da LNB e, claro, para os clubes. Segundo João Fernando Rossi, presidente da liga, os filiados recebem um valor anual. Além disso, outros custos são cobertos pela liga, como arbitragem, passagens aéreas (não na totalidade) e os softwares de estatísticas e análise de vídeo das partidas. "O cenário era negativo. Éramos o oitavo esporte do País, a modalidade estava sem perspectiva. E desde a criação da Liga com esse conceito de gestão coletiva, os clubes se uniram em prol do basquete. Essa mensagem se proliferou para todos os envolvidos e fomos ganhando força novamente", disse Rossi.

"Na quadra, os resultados foram aparecendo, voltamos a vencer competições internacionais e o torneio foi se tornando atrativo para o público e parceiros. Hoje, o NBB foca também no entretenimento. Não é só um jogo de basquete", ressalta. "E a consolidação desse produto faz com que a gente tenha esse reconhecimento no cenário esportivo nacional".

RIVALIDADE - Dentro de quadra, a promessa neste domingo é de uma partida de bom nível técnico. Com a estreia de Anderson Varejão no Jogo das Estrelas, o NBB Brasil quer devolver ao NBB Mundo as derrotas nos últimos dois eventos. No placar geral, os estrangeiros estão em vantagem: 4 a 3. A principal ausência será Leandrinho. Mais votado, o armador de Franca sofreu uma lesão no tendão do músculo reto femoral da perna direita.

"Os últimos anos têm sido bem disputado. Apesar do clima festivo, o jogo tem seu tom de rivalidade que é bastante saudável para o evento", afirmou o técnico José Neto, do Flamengo, que vai comandar o NBB Mundo. "Meu time está muito forte. Eu vou assumir o favoritismo para o duelo. Somos favoritos", disse Gustavo de Conti, do Paulistano, que será responsável pelo NBB Brasil.

PROGRAMAÇÃO - Além de NBB Brasil x NBB Mundo, quem for ao Ibirapuera poderá acompanhar o desafio de habilidades, o torneio de 3 pontos e de enterradas e uma partida entre celebridades. A programação começa às 10 horas e o evento principal está previsto para as 12h30. O show do intervalo, com o cantor Thiaguinho, está previsto para 13h15.

"O show do Jota Quest foi histórico e queremos que o show do intervalo continue sempre evoluindo, fazendo com que novos públicos olhem com carinho para o basquete como entretenimento", diz Rossi.