• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Com reservas, Flamengo perde para o Macaé e adia classificação à semi da Taça Rio

  • COMPARTILHE
Esportes

Com reservas, Flamengo perde para o Macaé e adia classificação à semi da Taça Rio

O Flamengo optou por poupar os seus titulares neste sábado, visando o duelo de quarta-feira pela Copa Libertadores com o Emelec, e se deu mal. Fora de casa, teve atuação ruim e perdeu para o Macaé por 1 a 0, no Moacyrzão, pela sexta rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.

Com os reservas, o Flamengo exibiu dificuldades para encontrar espaços na defesa adversária, a não ser por jogadas com Vinícius Junior, e acabou abusando dos chutes de fora da área. Mas a estratégia acabou não dando certo diante do Macaé, que apostou na velocidade e em explorar os erros do oponente nos contra-ataques para surpreendê-lo e teve êxito contra um oponente que exibiu nervosismo quando esteve em desvantagem.

A derrota deste sábado fez o Flamengo cair para a segunda posição no Grupo B, com nove pontos, adiando a classificação às semifinais. Já o Macaé venceu pela primeira vez na Taça Rio e chegou aos cinco pontos, na quinta posição no Grupo C.

O JOGO - Com um time formado por reservas, passou sempre pelos pés de Vinicius Junior as principais chances de gol do Flamengo na primeira parte da etapa inicial. E apesar do Macaé estar fechado, em busca dos contra-ataques, o time conseguiu ameaçar o adversário em jogadas de velocidade.

Foi assim aos três minutos, quando um rebote de finalização dele rendeu um cruzamento de Geuvânio para Léo Duarte, que cabeceou para fora. Aos sete, foi o próprio Vinicius que levantou a bola. Ela foi cortada parcialmente e o chute para fora de Trauco assustou o Macaé. Já aos 16, lançado em velocidade por Willian Arão, o jovem bateu colocado, mas sem acertar a meta adversária.

Aos poucos, porém, o ímpeto ofensivo do Flamengo foi freado pelo sistema defensivo do Macaé. E o time só foi chegar com perigo já no fim da primeira etapa, aos 43 minutos, e novamente com Vinícius Júnior que acertou a trave após rebote de cruzamento de Geuvânio no lance mais perigoso da etapa inicial.

Logo no começo do segundo tempo, o Macaé ameaçou o Flamengo em uma finalização de fora da área de Edinho. Foi, porém, apenas um lance isolado, pois o domínio era mesmo da equipe rubro-negra. Só que com dificuldades para penetrar na área adversária, praticamente só era perigoso em chutes de longe, como aconteceu em tentativas de Geuvânio, Trauco e Arão.

E o contra-ataque que o Macaé tanto queria aconteceu aos 19 minutos. Em jogada rápida, Lepu foi lançado, ganhou na corrida de Cuellar, que havia entrado em campo no intervalo, para bater de primeira e colocar o seu time em vantagem.

Sem penetração, o Flamengo seguiu só chegando com perigo em finalizações de fora da área, enquanto o Macaé ganhou confiança e vantagem numérica, pois Léo Duarte foi expulso após falta em que o time da casa quase marcou pela segunda vez, com Pipico, não fosse a difícil defesa de Diego Alves.

E com muitos espaços, o Macaé teve outras boas chances de ampliar o placar nos minutos finais, sempre com Pipico, diante de um adversário nervoso e que errava muito. Não as aproveitou, mas ainda assim conseguiu conquistar a vitória.

FICHA TÉCNICA

MACAÉ 1 X 0 FLAMENGO

MACAÉ - Luís Cetin; Marcelo, Admilton, Igor João, Luis Felipe (Lucas Gabriel) e Vladimir; Charles, Lepu e Julio Cezar (Gedeil); Edinho e Pipico. Técnico: Josué Teixeira.

FLAMENGO - Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Thuler e Trauco; Jonas (Cuellar), Willian Arão e Lucas Paquetá (Pepê); Geuvânio (Lincoln), Vinícius Júnior e Felipe Vizeu. Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.

GOL - Lepu, aos 19 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rafael Martins de Sá.

CARTÕES AMARELOS - Luis Felipe (Macaé); Lucas Paquetá e Pepê (Flamengo).

CARTÃO VERMELHO - Léo Duarte (Flamengo).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Moacyrzão, em Macaé.