• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Doriva se apresenta na Ponte Preta com 'pedido de desculpas' à torcida

  • COMPARTILHE
Esportes

Doriva se apresenta na Ponte Preta com 'pedido de desculpas' à torcida

A apresentação de Doriva como novo técnico da Ponte Preta, nesta segunda-feira, foi uma mistura de boas-vindas com um pedido de desculpas. Antes mesmo de começar a coletiva de imprensa em Campinas, o treinador pediu a palavra e reconheceu os erros da sua primeira passagem pelo clube em 2015, quando deixou o estádio Moisés Lucarelli pela porta dos fundos para comandar o São Paulo, irritando a torcida na época.

Com 45 anos, hoje ele se considera mais maduro. "Em 2015 eu estive aqui e, infelizmente, por falta de maturidade, uma imaturidade minha naquela ocasião, eu saí de uma maneira horrível, não atendendo a imprensa de Campinas. Isso foi um amadurecimento que eu senti na pele. Queria externar meu pedido de desculpas à imprensa de Campinas, lógico que também ao torcedor, pela maneira como eu saí, como eu conduzi aquela situação, de entrar e sair dos lugares. Mas eu aprendi", confessou Doriva.

Para o treinador, um marco importante para perceber a mágoa que deixou em Campinas com sua saída aconteceu no dia 16 de outubro de 2016, quando comandava o Santa Cruz. Pelo Campeonato Brasileiro, Doriva teve que viajar para Campinas enfrentar a Ponte Preta, pela 31ª rodada. Em campo, ele perdeu por 3 a 0 e ainda foi fortemente vaiado pelos torcedores campineiros.

"Eu senti isso na verdade (arrependimento) quando eu retornei aqui (Campinas) com o Santa Cruz, a maneira como eu fui tratado, e eu refleti naquele momento. Eu tinha o desejo de retornar a Campinas e me direcionar a vocês da imprensa, que eu respeito demais, foi uma atitude errada da minha pessoa (em 2015). Então eu peço desculpas e quero escrever uma nova história aqui", completou Doriva em coletiva de imprensa.

Como já comandou o Novorizontino no Campeonato Paulista, Doriva não pode assumir a Ponte Preta na final do Troféu do Interior. Na quinta-feira, às 18h30, o clube enfrenta o Mirassol no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol. O jogo de volta está marcado para segunda-feira, 2 de abril, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, às 20 horas. O campeão garante uma vaga na Copa do Brasil 2019, além de R$ 360 mil em premiação.

"Estou muito feliz com meu retorno. A gente chegou num momento final da competição, do Troféu do Interior, e por conta do regulamento eu não posso assumir a equipe já de cara. Com certeza eu vou estar acompanhando os treinamentos, até porque a gente está num momento de pensar no Campeonato Brasileiro (Série B). Temos que fazer uma reformulação no elenco, porque temos competições duríssimas pela frente", finalizou Doriva. João Brigatti segue como interino.