• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Em jejum, Santos revê rival contra quem encerrou mesma série negativa em 2001

  • COMPARTILHE
Esportes

Em jejum, Santos revê rival contra quem encerrou mesma série negativa em 2001

Peixe não vence há cinco jogos

Apesar de estar classificado às semifinais do Campeonato Paulista, o Santos está longe de viver o seu melhor momento na competição. Às vésperas de iniciar a série decisiva com o Palmeiras, o clube está em jejum de cinco jogos sem vitórias no torneio, em série que é a sua pior no Estadual desde 2001.

A sequência negativa se iniciou em clássico com o Corinthians, que terminou empatado por 1 a 1. Depois em jogos em que atuou praticamente apenas com reservas, perdeu para Novorizontino (2 a 1) e São Bento (3 a 1), antes de encarar o Botafogo duas vezes pelas quartas de final, empatar ambas por 0 a 0, e só passar de fase na disputa de pênaltis, no segundo duelo, na Vila Belmiro.

"Quero sempre vencer, mas se eu tivesse chegado vencendo e desclassificado seria muito pior. O Santos conseguiu cumprir os compromissos, alcançando os objetivos, está na semifinal e venceu em casa na Libertadores. Se o objetivo não tivesse sido alcançado, estaria triste", afirmou o técnico Jair Ventura, tentando minimizar a atual sequência negativa do Santos.

A sequência negativa do Santos em 2001 tem semelhanças com a atual, a começar por um triunfo nos pênaltis. Naquela edição do Estadual, os jogos que terminavam empatados eram definidos através dos pênaltis, sendo exatamente desse modo que a equipe bateu o União São João.

Além disso, a sequência de tropeços também teve um clássico com o Corinthians, ainda que há 17 anos o placar tenha sido muito mais desfavorável, com uma goleada sofrida de 5 a 0. E os outros tropeços foram derrotas para Rio Branco (3 a 2), Botafogo (2 a 1) e Ponte Preta (1 a 0).

O alento para o torcedor santista é que aquela série negativa foi quebrada exatamente contra o rival das semifinais desta edição do Paulistão: o Palmeiras. Naquela oportunidade, o time derrotou o rival por 3 a 1, com gols de Caio, Deivid e Rodrigão - foi vazado por Tuta -, na Vila Belmiro.

Neste sábado, os rivais voltarão a se encontrar, mas dessa vez no Pacaembu, com mando do Santos, às 19 horas. O segundo duelo também deverá ser no estádio municipal, pois na próxima terça, data para a qual a arena do Palmeiras, o Allianz Parque, estará indisponível por causa da realização de show do Depeche Mode.

Na primeira fase do Paulistão, o Palmeiras se deu melhor no duelo com o Santos e o derrotou por 2 a 1, resultado minimizado por Jair. "Estamos prontos. Fizemos bons clássicos, mesmo na derrota para o Palmeiras. Tivemos mais posse de bola e criamos muitas chances", afirmou.