• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Erazo revela conversa com diretoria e minimiza salários atrasados no Vasco

  • COMPARTILHE
Esportes

Erazo revela conversa com diretoria e minimiza salários atrasados no Vasco

O Vasco voltou aos treinos nesta sexta-feira, após a eliminação nas semifinais da Taça Rio na quarta, e o assunto foi os salários atrasados dos atletas. O zagueiro Erazo revelou que a diretoria do clube organizou uma reunião com o elenco e tentou minimizar a polêmica em torno da situação.

"A diretoria se reuniu hoje conosco e nos passou tranquilidade. Nosso grupo é tão bom que só pensamos nas coisas que acontecem em campo. As questões extra-campo são de responsabilidade da diretoria, que está procurando uma forma de resolver. Estamos tranquilos quanto a isso", declarou.

O problema ganhou força durante a derrota para o Botafogo, por 3 a 2, na quarta. Ao marcar o segundo gol do Vasco, o atacante Riascos se negou a comemorar e, posteriormente, explicou que a atitude era reflexo de uma promessa não cumprida da diretoria de quitar parte dos atrasos.

"O que tem nos incomodado mais é a parte tática, que envolve bola parada, subida para o ataque e como marcar. O Vasco é um conjunto, onde cada um cumpre o seu papel. É lógico que é importante para nós o salário, mas a diretoria está trabalhando muito para resolver. Eles estão nos passando confiança e acreditando no nosso trabalho", afirmou Erazo.

A ideia da diretoria, passada para os jogadores, era utilizar parte do valor recebido pelo Vasco na venda de Philippe Coutinho do Liverpool para o Barcelona para quitar um dos três meses de salários atrasados do elenco até a última terça. Mas os trâmites burocráticos atrasaram o pagamento, o que irritou alguns atletas. A situação, aliada à derrota na quarta, preocupa Erazo.

"Precisamos ter maturidade para entender o que se passa. Uma das coisas que mais me preocupam é o aspecto psicológico. Quando não se ganha, todo mundo acha que as coisas estão todas erradas, mas não é assim. Estamos passando por um período de ajustes. Vai chegar uma hora que o Vasco não vai tomar mais gols e irá fazer muitos", projetou.

O elenco cruzmaltino voltou aos treinos, e a grande novidade foi Giovanni Augusto. Um mês após sofrer lesão no joelho direito, o meia foi a campo e participou normalmente da atividade tática e técnica promovida pelo técnico Zé Ricardo aos reservas. Os titulares fizeram um trabalho regenerativo.