• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Evento corporativo tira Palmeiras da arena em jogo decisivo do Paulistão

  • COMPARTILHE
Esportes

Evento corporativo tira Palmeiras da arena em jogo decisivo do Paulistão

O Palmeiras não poderá mandar no Allianz Parque o jogo com o Novorizontino, pelas quartas de final do Campeonato Paulista, na terça-feira da próxima semana. Segundo a direção da arena, o local não poderá receber partidas em 20 de março porque no mesmo dia vai receber um evento para 5 mil pessoas, compromisso que segundo a administração do estádio, foi comunicado ao Palmeiras no dia 8 de fevereiro.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) decidiu nesta terça-feira de manhã, em reunião arbitral, a data das partidas de ida e volta das quartas de final. O Palmeiras inicia o confronto com o Novorizontino no sábado, fora de casa, e recebe o time do interior na capital paulista de volta na próxima terça-feira. Quem avançar, volta a campo no fim de semana seguinte.

Em comunicado, a WTorre se disse surpresa com o jogo agendado para terça-feira. "A antecipação da data para terça-feira quebrou todo o nosso planejamento, pois com o desempenho da equipe no campeonato, imaginávamos que o Palmeiras teria direito de disputar a segunda partida em sua casa. Infelizmente não foi o que ocorreu, gerando prejuízo esportivo e financeiro ao clube", registrou a direção do estádio.

A construtora questionou a escolha da data por considerar que o Palmeiras, melhor time da primeira fase do Estadual, deveria ter algum privilégio na programação das quartas de final. "Por que o primeiro colocado da competição deveria ser sacrificado por conta de um problema dos outros times e de outros campeonatos? Em nossa opinião, ao primeiro colocado deveria ser preservado o direito de decidir em sua casa, como prevê o regulamento. Ou não?"

A WTorre também questionou a decisão do Palmeiras de aceitar esta data. "Não conseguimos entender é o motivo pelo qual a Sociedade Esportiva Palmeiras, primeira colocada na fase de grupos do Campeonato Paulista, e privilegiada por jogar as partidas de volta em seu estádio, está abrindo mão desse direito, uma vez que estava ciente da não disponibilidade de seu estádio."

A diretoria do Palmeiras ainda não se manifestou sobre o assunto.