• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Flamengo e Botafogo duelam pelas semifinais do Carioca no Maracanã

  • COMPARTILHE
Esportes

Flamengo e Botafogo duelam pelas semifinais do Carioca no Maracanã

A definição da vaga será em jogo único, e por ter melhor campanha o time rubro-negro joga pelo empate.

A "fase quente" do Campeonato Carioca, enfim, chegou. Depois de decisões de turnos pouco atrativas, os quatro grandes clubes do Rio começam a decidir quem irá à final do Estadual, cuja final iniciará no próximo domingo. A primeira semifinal será nesta quarta-feira, entre Flamengo e Botafogo, às 21h45, no Maracanã.

A definição da vaga será em jogo único, e por ter melhor campanha o time rubro-negro joga pelo empate. Apesar disso, o meia Diego descarta que o Flamengo seja o favorito para chegar à final. "Não existe mais esse negócio de favoritismo. São 11 contra 11, e nosso pensamento é sempre vencer", disse. Ele admitiu, contudo, que "uma vantagem do empate no clássico é considerável".

O técnico Paulo César Carpegiani teve quase uma semana inteira de treinos, e aproveitou para realizar as atividades com portões fechados. É provável que o time tenha mudanças em relação à equipe que perdeu para o Fluminense na semana passada, na semifinal da Taça Rio. A principal dúvida está no meio-campo, onde Everton Ribeiro e Willian Arão disputam uma vaga.

No Botafogo, o técnico Alberto Valentim faz mistério. Ele fechou o último treino e não deu nenhuma pista sobre o time que irá a campo. "Só vou falar da escalação uma hora antes do jogo", disse o treinador. A única certeza é que Jefferson seguirá como titular no gol, já que Gatito Fernandez está a serviço da seleção paraguaia.

Valentim revelou que pediu aos jogadores para evitarem a afobação, mas quer um time agressivo. "Agora não temos alternativas, precisamos da vitória. Temos de entender bem o jogo, não se ganha com desespero, mas sim com organização, paciência e agressividade também", comentou.

O técnico também admitiu que a equipe precisa melhorar - a última amostra foi o 3 a 0 sofrido diante do Fluminense domingo, na final da Taça Rio. Mas ele minimizou o placar. "Em relação ao 3 a 0, foi um resultado meio mentiroso", considerou. "Nossa equipe não precisa melhorar apenas na parte defensiva. Finalizamos muito, mas não convertemos em gol. Vamos dividir responsabilidades. Nosso ataque precisa ser mais eficiente, e a defesa melhor."