• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Fluminense só empata com Cabofriense, mas fecha 1ª fase na Taça Rio na liderança

  • COMPARTILHE
Esportes

Fluminense só empata com Cabofriense, mas fecha 1ª fase na Taça Rio na liderança

Recheado de reservas, ficou no empate contra a Cabofriense, por 1 a 1, na tarde deste domingo, no estádio Eucyr Resende Mendonça, pela última rodada da Taça Rio

O Fluminense entrou em campo em situação tranquila. Recheado de reservas, ficou no empate contra a Cabofriense, por 1 a 1, na tarde deste domingo, no estádio Eucyr Resende Mendonça, em Bacaxá, pela última rodada da Taça Rio.

Apesar do resultado, os comandados do técnico Abel Braga terminaram na liderança do Grupo C, com 14 pontos, e vão enfrentar o Flamengo na semifinal da Taça Rio, em jogo único. Como teve melhor campanha que o rival, o Fluminense tem o mando de campo e a vantagem do empate. A Cabofriense encerrou sua participação no Carioca, em terceiro lugar, no Grupo B, com dez pontos, dois atrás do Flamengo.

Classificado, o Fluminense foi a campo com um time mesclado com jovens e reservas. Abel Braga aproveitou a oportunidade para promover as estreias do goleiro Rodolfo e Airton. O time sentiu a falta de entrosamento, não conseguiu dominar, mas fez jogo equilibrado, especialmente no começo. Precisando vencer para garantir a classificação, a Cabofriense chegou mais ao campo de ataque. Watson e Kaká Mendes tiveram boas oportunidades, dentro da área, só que erraram o alvo.

Na base da vontade, o Fluminense tentou chegar, usando o lado esquerdo com Marlon e a força de Pablo Dyego, uma das novidades na partida. O centroavante chegou algumas vezes ao campo de ataque, mas pecou na finalização.

O segundo tempo começou quente para o Fluminense, que abriu o placar logo aos quatro minutos. Em jogada individual, Robinho foi parado com falta por Victor Silva, dentro da área. Pênalti. Na cobrança, Douglas colocou no cantinho e marcou. Os tricolores aproveitaram a vantagem e seguiram em cima do adversário. Marlon carimbou a trave e quase ampliou.

Aos poucos, o Fluminense diminuiu o ritmo e viu o adversário crescer. Rodolfo precisou fazer grande defesa para salvar o empate em finalização à queima-roupa de Maranhão. Aos 29 minutos, porém, o camisa 1 não pode fazer nada. Depois de finalização cruzada de Bersan, Lucas Cunha apareceu no meio de caminho e desviou de calcanhar para o fundo das redes.

Com o empate, a Cabofriense foi para o tudo ou nada, levantando bolas na área, tentando furar a defesa do Fluminense. Apesar das tentativas, o empate se manteve até o final. Foi o placar mais justo.

FICHA TÉCNICA

CABOFRIENSE 1 x 1 FLUMINENSE

CABOFRIENSE - George; Wellington Júnior, Lucas Cunha, Victor Silva e Dieguinho (Willian Bersan); Levi, Kaká Mendes, Rafael Pernão (Maranhão) e Bruno Tubarão; Watson (Cláudio Pitbull) e João Carlos. Técnico: Antônio Carlos Roy.

FLUMINENSE - Rodolfo; Reginaldo, Renato Chaves e Frazan (Marlos Freitas); Léo, Douglas, Airton (Matheus Norton), Luquinhas (Macula) e Marlon; Robinho e Pablo Dyego. Técnico: Abel Braga.

GOLS - Douglas, aos 12, e Lucas Cunha, aos 29 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Frazan (Fluminense); Lucas Cunha (Cabofriense).

ÁRBITRO - Carlos Eduardo Nunes Braga.

RENDA e PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Eucyr Resende Mendonça, em Saquarema (RJ).