• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Judocas do Brasil faturam ouro no Aberto Pan-Americano de Buenos Aires

  • COMPARTILHE
Esportes

Judocas do Brasil faturam ouro no Aberto Pan-Americano de Buenos Aires

Com o resultado, o Brasil teve 100% de aproveitamento em termos de pódio neste sábado

O judô do Brasil terminou o primeiro dia do Aberto Pan-Americano de Buenos Aires com duas medalhas de ouro e uma de prata, neste sábado, na capital argentina. Diego Santos (até 66kg) e Marcelo Contini (até 73kg) subiram no lugar mais alto do pódio, enquanto Amanda Dutra (até 63kg) conquistou a prata.

Com o resultado, o Brasil teve 100% de aproveitamento em termos de pódio neste sábado, já que os três brasileiros que competiram conquistaram medalhas.

No domingo, mais sete atletas do País vão para o tatame: Amanda Oliveira (até 70kg), Barbara Timo (até 70kg), Samanta Soares (até 78kg), Rochele Nunes (acima de 78kg), Istelina Silva (acima de 78kg), Leandro Guilheiro (até 81kg) e Edu Ramos (até 81kg).

Principal favorito da categoria até 73kg, Marcelo Contini teve desempenho fulminante em Buenos Aires. Suas três primeiras lutas foram vencidas por ippon, sobre o local Ian Kukita, o britânico Alex Paske e sobre o também local Alejandro Clara. Na final, o brasileiro bateu o peruano Alonso Wong por um waza-ari.

Diego Santos teve um caminho menos fácil até o ouro. Na categoria até 66kg, ele venceu a primeira por ippon, ao superar o local Hernan Birbrier. Em seguida, derrotou o venezuelano Ricardo Valderrama por um waza-ari. Na semifinal, obteve outro ippon, desta vez sobre o chileno Sebastian Perez. Em seguida, com um waza-ari, venceu o mexicano Nabor Castillo para faturar o ouro.

Já Amanda Dutra precisou subir ao tatame apenas três vezes. Na estreia, bateu a hondurenha Cergia David por ippon. Avançando direto à semifinal, superou a venezuelana Anriquelis Barrios por um waza-ari. Mas, na decisão do ouro, sofreu três punições diante da equatoriana Estefania Garcia e teve que se contentar com a medalha de prata.