• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Larghi vê vitória 'justa' do Atlético-MG, mas minimiza vantagem na semifinal

  • COMPARTILHE
Esportes

Larghi vê vitória 'justa' do Atlético-MG, mas minimiza vantagem na semifinal

O jogo de volta acontece neste domingo e galo tem a vantagem do empate

O técnico Thiago Larghi classificou como "justa" a vitória do Atlético Mineiro sobre o América-MG por 1 a 0, na noite desta quinta-feira, na ida das semifinais do Estadual. Ele, contudo, minimizou a vantagem para o jogo da volta: "ainda faltam 90 minutos". Com o resultado, o Atlético joga por um empate no domingo para assegurar sua vaga na final.

"É uma vantagem, mas que significa muito pouco. Ainda faltam 90 minutos e sabemos que existe uma equipe forte do outro lado. Sabemos que será mais um jogo bem parelho, mas acreditamos que a gente vai conseguir se preparar e buscar essa classificação no domingo", projetou.

O equilíbrio que o treinador prevê já foi visto no jogo de ida, com chances de gol para os dois lados. O América-MG deixou o campo reclamando de um gol mal anulado pela arbitragem, no fim do primeiro tempo.

Na avaliação de Larghi, o Atlético foi superior durante a maior parte do jogo. "De modo geral, nos 90 minutos, a equipe foi bem superior, conseguiu criar chances bem claras de gol e acho que o resultado foi justo", comentou.

O técnico admitiu a queda de rendimento no início do segundo tempo, mas reiterou a retomada do domínio na parte final do jogo. "A gente viu que eles se comprometeram e conseguiram impor um melhor futebol no primeiro tempo. No segundo tempo, o América entrou bem, a gente teve algumas dificuldades, mas, a partir dos 15 minutos, conseguimos retomar o controle da partida", declarou.

Para Ricardo Oliveira, o Atlético se destacou no duelo ao propor mais jogo. "Controlamos o jogo, nos propusemos a jogar, todo mundo correu, se empenhou. Criamos muitas oportunidades, mostramos muita variedade, pelos lados, por dentro. A gente entendeu que deveria propor o jogo por ser mandante e para levar uma vantagem para o segundo jogo", opinou o experiente atacante.