• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Lenda, Rossi renova por 2 anos com a Yamaha e será 'quarentão' no grid da MotoGP

  • COMPARTILHE
Esportes

Lenda, Rossi renova por 2 anos com a Yamaha e será 'quarentão' no grid da MotoGP

Um dos mais lendários e vencedores pilotos da história da motovelocidade, Valentino Rossi teve a renovação do seu contrato com a Yamaha, por mais dois anos, oficialmente confirmada pela equipe nesta quinta-feira. O italiano acertou acordo para seguir correndo pelo time até 2020. Com o novo compromisso, se garantiu também como um futuro "quarentão" no grid da MotoGP, pois ele completou 39 anos no mês passado.

Pela Yamaha, o veterano conquistou quatro de seus sete títulos na elite da motovelocidade, em 2004, 2005, 2008 e 2009. Antes disso, foi campeão pela Honda em 2001, 2002 e 2003, sendo que no primeiro destes anos o campeonato ainda era chamado de Mundial de 500cc.

E Rossi festejou nesta quinta-feira o novo contrato que ampliou a longevidade de sua gloriosa carreira, na qual também acumula outros dois títulos mundiais em categorias menores, na 125cc, em 1997, e 250cc, em 1999, hoje chamadas respectivamente de Moto3 e Moto2.

"Quando assinei meu último contrato com a Yamaha, em março de 2016, me perguntei se seria o último como piloto de MotoGP", revelou o italiano, que depois destacou: "Neste momento decidi que tomaria a decisão nos próximos dois anos. Durante estes anos cheguei à conclusão de que o que mais gosto é pilotar a minha Yamaha, é o que faz me sentir bem".

Rossi também fez questão de citar vários nomes da sua equipe com os quais diz ter o "prazer" de trabalhar e agradeceu ao time por "seguir acreditando" nele "porque o desafio de ser competitivo até os 40 anos é complicado". "Sei que será difícil, mas tenho a motivação suficiente, por isso renovei por dois anos mais", enfatizou.

O lendário piloto está prestes a iniciar a sua 12ª temporada pela Yamaha e a 18ª na elite da motovelocidade, na qual também correu em quatro campeonatos pela Honda e em outros dois pela Ducati. A corrida que abre o MotoGP de 2018 será realizada neste domingo, em Doha, no Catar. Será a primeira de 19 etapas do ano, sendo que a última delas está marcada para o dia 18 de novembro, em Valência, na Espanha.