• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Médico do Botafogo se diz otimista sobre volta de João Paulo 'ainda este ano'

  • COMPARTILHE
Esportes

Médico do Botafogo se diz otimista sobre volta de João Paulo 'ainda este ano'

O médico Ricardo Bastos, do Botafogo, falou na tarde desta segunda-feira sobre a condição de João Paulo, após a cirurgia para corrigir as fraturas sofridas no domingo, no duelo diante do Vasco. Se o prognóstico inicial era de cerca de seis meses afastado, Ricardo mostrou-se menos otimista e falou sobre um possível retorno até o fim do ano.

"O prognóstico é bom e o João sairá já pisando e com uma carga parcial. O tempo é um pouco difícil de falarmos, vai muito do indivíduo. Alguns são mais rápidos, outros não. Esperamos que ele volte a jogar nesse ano", declarou.

A lesão de João Paulo aconteceu ainda nos primeiros minutos do clássico, vencido pelo Vasco por 3 a 2. O meio-campista sofreu uma entrada duríssima de Rildo, na canela, e, por isso, teve fraturas na fíbula e na tíbia. O próprio médico botafoguense mostrou surpresa com o tipo da lesão.

"Essa fratura é um pouco atípica no futebol, geralmente o trauma é mais torcional", declarou. "Foi uma fratura no osso da perna direita, situação pouco vista no futebol. Uma fratura da tíbia e da fíbula no mesmo nível. Ele foi submetido a cirurgia em hospital da Zona Sul. Foi uma cirurgia tranquila e que acabou por volta de 1h da manhã. Provavelmente, terá alta amanhã e iniciaremos o trabalho pela evolução dele."

Ricardo deixou claro que a maior preocupação do Botafogo, no momento, é recuperar o jogador, sem pensar no prazo para seu retorno aos gramados. Por isso, garantiu que João Paulo fará cada etapa da recuperação, sem queimar etapas, e avisou que "não fará milagres".

"A programação vai de acordo com a fisioterapia. Ainda está com os pontos e começamos tirando o edema, fazendo muito gelo. Após a retirada dos pontos, com sete ou dez dias, começamos a ganhar alguns movimentos . Não queremos acelerar nenhum processo que, feito da maneira correta, tem resultado excelente. E assim faremos. Não vamos tentar fazer um milagre."

O médico ainda fez questão de tranquilizar a torcida sobre o estado de João Paulo no momento. "Ele está bem. Acordou ainda pouco sob o efeito da anestesia. A evolução dele é compatível com o que esperávamos. Foi feito um bloqueio maior para que sinta menos dor", encerrou.