• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mercedes culpa software e Hamilton lamenta: 'Não entendi o que aconteceu'

  • COMPARTILHE
Esportes

Mercedes culpa software e Hamilton lamenta: 'Não entendi o que aconteceu'

Questionado sobre a perda da liderança, o piloto se disse confuso e explicou que ainda conversaria com os engenheiros para analisar o desempenho

Após perder uma prova que parecia ganha neste domingo, a Mercedes busca explicações para o que aconteceu no GP da Austrália, em Melbourne. Lewis Hamilton largou na pole, quebrou o recorde da pista, liderava com tranquilidade e parecia muito mais rápido que os rivais, até a entrada do safety car, que Sebastian Vettel aproveitou para saltar à ponta.

De acordo com o chefe da equipe, Toto Wolff, a culpa pelo resultado foi de um software. Ele explicou que o programa utilizado pela Mercedes calculou errado a distância necessária para Hamilton garantir a manutenção da liderança com o safety car quando Vettel retornasse dos boxes.

"Estávamos tentando construir tempo suficiente para criar vantagem", explicou Wolff. "Então, calculamos a distância necessária, e nosso computador garantiu que 15 segundos eram necessários para que a gente ficasse na liderança. O software e o sistema que usamos há cinco anos nos deram o número errado."

O dirigente ainda fez questão de defender Hamilton, que, após a perda da liderança para Vettel, falhou em pelo menos duas oportunidades na tentativa de recuperar a ponta. "O Lewis não fez nada errado. A culpa foi de um erro no software ou um algoritmo que simplesmente estava errado."

O próprio Hamilton mostrou ter ficado surpreso com o resultado da prova. Questionado sobre a perda da liderança, o piloto se disse confuso e explicou que ainda conversaria com os engenheiros para analisar o desempenho.

"Hoje, eu fiz tudo que podia, mas não era o que ninguém esperava que acontecesse. Eu ainda estou desacreditando um pouco, já que não entendi exatamente o que aconteceu. Assim que eu voltar com meus engenheiros, eles vão fazer uma análise e, obviamente, eu vou entender o motivo", limitou-se a dizer.

Situação pior ainda viveu o companheiro de Hamilton. Depois de errar no sábado e largar em 15.º, Valtteri Bottas melhorou um pouco sua posição e terminou apenas em oitavo, aumentando a desconfiança criada sobre ele já na temporada passada. O próprio finlandês se mostrou decepcionado com o resultado.

"Foi um dia um pouco frustrante. Eu consegui alguns pontos, mas não tanto quanto esperava, mesmo largando em 15.º no grid. Nós tínhamos um bom carro, a equipe fez um bom trabalho nisso. Infelizmente, eu não consegui aproveitar por causa da dificuldade de ultrapassar nesta pista. Também tive problemas de superaquecimento", explicou.