• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Palmeiras tem efeito suspensivo concedido e Jailson enfrenta Santos neste sábado

  • COMPARTILHE
Esportes

Palmeiras tem efeito suspensivo concedido e Jailson enfrenta Santos neste sábado

Goleiro recebeu três partidas de suspensão por entrada dura em clássico contra o Corinthians

O Palmeiras confirmou oficialmente que teve aceito nesta sexta-feira o pedido de efeito suspensivo no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) e com isso poderá contar com o goleiro Jailson em campo contra o Santos no jogo de ida da semifinal do Campeonato Paulista, neste sábado, às 19 horas, no Pacaembu.

O jogador havia sido punido na última segunda com três partidas de suspensão por jogada violenta contra Renê Junior e críticas à arbitragem durante o clássico com o Corinthians, realizado no último dia 24 de fevereiro, na casa do rival, mas agora o recurso obtido no TJD garante a presença do atleta no duelo contra os santistas.

Por causa da suspensão aplicada no início da semana, Jailson precisou dar lugar a Fernando Prass no gol palmeirense na goleada por 5 a 0 sobre o Novorizontino, na quarta à noite, no Allianz Parque, no confronto de volta das quartas de final do Paulistão.

A concessão do efeito suspensivo, porém, não anula a possibilidade de Jailson ir de novo a julgamento, desta vez para ter a pena reavaliada pelo TJD, e possivelmente desfalcar o time novamente nesta reta decisiva da competição.

Caso isso aconteça e a punição de três jogos seja mantida, ele precisará cumprir a terceira partida de exclusão depois de ter cumprido a suspensão automática no confronto seguinte ao clássico contra o Corinthians e o segundo duelo de gancho na última quarta-feira.

A partida de volta da semifinal contra o Santos será já na próxima terça-feira, às 20h30, também no Pacaembu, mas com mando de campo da equipe palmeirense.

Jailson foi denunciado pela Procuradoria do TJD junto com o atacante Dudu e o volante Felipe Melo, todos envolvidos em incidentes no clássico diante dos corintianos. Os dois companheiros de equipe do goleiro foram absolvidos e estão liberados para atuar normalmente pela equipe no Campeonato Paulista.