• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Quinto em treinos, Vettel prevê evolução na Ferrari e se diz próximo aos líderes

  • COMPARTILHE
Esportes

Quinto em treinos, Vettel prevê evolução na Ferrari e se diz próximo aos líderes

Apenas o quinto colocado dos dois primeiros treinos livres do GP da Austrália de Fórmula 1, sendo o último deles realizado na madrugada desta sexta-feira (no horário de Brasília), Sebastian Vettel evitou lamentar o seu desempenho discreto nos trabalhos iniciais de pista da corrida que abrirá a temporada da categoria neste domingo.

O piloto alemão previu evolução de sua Ferrari no circuito de Albert Park no decorrer do final de semana e se vê próximo de reduzir a diferença de performance em relação aos líderes. Nas duas primeiras sessões livres desta prova ele ficou atrás da dupla da Mercedes formada pelo inglês Lewis Hamilton e pelo finlandês Valtteri Bottas, do holandês Max Verstappen, da Red Bull, e também do seu companheiro de equipe italiana, Kimi Raikkonen.

"Na verdade tentamos perseguir o equilíbrio porque ainda não me senti muito confortável, então acho que nós temos muito desempenho nas mãos. Não fiquei feliz com a (melhor) volta que tive e com o ritmo e o equilíbrio, então ainda há mais por vir. Provavelmente é a mesma coisa para todo mundo, mas espero poder dar um passo maior que os outros", projetou Vettel, que nesta temporada travará com Hamilton uma inédita batalha entre dois tetracampeões do mundo de F-1.

O otimismo do alemão e a sua confiança na evolução da Ferrari serão colocados em xeque pela primeira vez de forma mais importante na madrugada deste sábado, no treino classificatório para o grid de largada, marcado para começar às 3 horas (de Brasília). Antes disso, a partir da meia-noite, a pista australiana abrigará a última sessão livre.

"Se estamos próximos (dos líderes), então isso é bom, significa que você pode fazer alguma coisa, então espero que fiquemos bem próximos. Vamos descobrir amanhã (sábado). Não estou muito preocupado porque sei que se fizer tudo certo, então nós deveremos estar em melhor forma, mas parece que está bem apertado, o que é uma boa notícia", completou Vettel.

Com o tempo de 1min24s451 na sua melhor volta no segundo treino livre do GP da Austrália, o piloto foi mais de meio segundo mais lento do que Hamilton, que liderou com a marca de 1min23s931. Até por isso, ele reconhece que a Ferrari precisará trabalhar duro para lhe entregar um carro mais competitivo para sábado. "Não foi tão ruim, mas podemos fazer melhor, com certeza", disse.

Há quase exatamente um ano, no dia 26 de março de 2017, Vettel desbancou o favoritismo da Mercedes ao vencer a prova que abriu a temporada em Melbourne. Na ocasião, ele largou da segunda posição e depois deixou seus rivais para trás para triunfar. Foi uma das suas cinco vitórias no campeonato, no qual também ganhou as corridas realizadas no Bahrein, em Mônaco, na Hungria e no Brasil, onde chegou ao circuito de Interlagos, em São Paulo, com Hamilton já com o título assegurado por antecipação.