• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Renato é homenageado pelo Santos e projeta futuro no clube após a aposentadoria

  • COMPARTILHE
Esportes

Renato é homenageado pelo Santos e projeta futuro no clube após a aposentadoria

O veterano, de 38 anos, recebeu homenagem dos companheiros e da diretoria, que já projetou o futuro do ídolo na própria equipe

A expressiva marca de 400 jogos alcançada por Renato pelo Santos no último fim de semana não foi ignorada pelo clube. O veterano, de 38 anos, recebeu homenagem dos companheiros e da diretoria, que já até projetou o futuro do ídolo na própria equipe, ainda que fora dos gramados, na sua gestão.

Com Léo Cittadini lesionado, Renato atingiu a expressiva marca no sábado, quando atuou como titular na derrota do Santos por 1 a 0 para o Palmeiras, no jogo de ida das semifinais do Campeonato Paulista. E, apesar do revés, o veterano teve boa atuação no estádio do Pacaembu, ajudando na distribuição do jogo e quase marcando um gol de cabeça, não fosse uma grande defesa de Jailson, um dos destaques do clássico.

Na última segunda-feira, então, Renato recebeu homenagem do elenco e da diretoria do Santos, que foi divulgada pelo clube nas suas redes sociais. Trajados com uma camiseta comemorativa que tinha o desenho de um terno estampado, os jogadores aplaudiram o companheiro, que recebeu uma placa das mãos dos presidente José Carlos Peres. A homenagem também foi acompanhada pela esposa e os dois filhos do jogador e fez alusão à frase "Renato joga de terno", proferida sempre pelos torcedores do clube, em razão da qualidade técnica e da classe do jogador.

"Queria te homenagear em nome de todos, pelos 400 jogos, com fibra e dedicação. Você é especial para nós, pelo caráter, pelo profissional que sempre foi. Tenho certeza de que quando você parar ainda terá muitos anos conosco por aqui", disse Peres.

"Queria agradecer aos que participaram dessa história. Tive honra de vestir essa camisa. Sou santista desde criança, então foi uma honra jogar e atingir essa marca. É a realização de um sonho", disse Renato no vídeo divulgado pela Santos TV, o canal de vídeos no YouTube do clube.




"Se Deus quiser, quando eu parar, que eu possa continuar aqui ajudando o Santos", acrescentou o volante do clube, sendo complementado por Peres: "Você vai estar com a gente sempre", concluiu o presidente.

Em 2016, Renato renovou seu contrato com o Santos até o final de 2018, o que o deixa perto da aposentadoria. "No meio do ano vou ter uma conversa com a família para ver se paro ou não no fim do contrato, mas tenho me sentido bem. Vai depender também do desejo do treinador e da diretoria", afirmou em recente entrevista à reportagem do Estado.

Referência do elenco, Renato está na sua segunda passagem pelo Santos, sendo que a primeira se encerrou em 2004, quando foi negociado com o Sevilla, durante a campanha que rendeu ao time o título do Campeonato Brasileiro. Dois anos antes, já havia sido campeão nacional, tendo, inclusive, marcado um gol no primeiro jogo da decisão contra o Corinthians.

Em maio de 2014, Renato fez o seu retorno ao Santos, tendo sido campeão estadual nos dois anos seguintes. Ele começou a temporada 2018 como titular, perdeu sua vaga na equipe para Léo Cittadini e soma nove jogos disputados neste ano. Nesta terça-feira, voltará a atuar, na sua 401ª partida pelo clube, diante do Palmeiras, quando tentará levá-lo à final do Paulistão.