• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Sampaoli encaminha Argentina para amistoso e deve promover estreia de veterano

  • COMPARTILHE
Esportes

Sampaoli encaminha Argentina para amistoso e deve promover estreia de veterano

O técnico Jorge Sampaoli encerrou nesta quinta-feira a preparação da Argentina para o amistoso de sexta diante da Itália, em Manchester. O treinador encaminhou a escalação da seleção sul-americana no 4-2-3-1 e deverá promover a estreia de um veterano jogador com as cores do país: o goleiro Willy Caballero.

Aos 36 anos, Caballero se tornou nome comum nas convocações de Sampaoli, mas sempre vendo Sergio Romero como titular. Desta vez, porém, o jogador do Chelsea treinou entre os 11, e o próprio treinador argentino admitiu a possibilidade de escalá-lo para observá-lo ao menos uma vez antes da Copa do Mundo.

"Temos a ideia de dar tempo de jogo para cada goleiro, porque temos que avaliá-los. O mesmo acontece com os jogadores de linha, que temos que testar", declarou. "No segundo jogo (contra a Espanha), devemos dar um tempo para cada. É o melhor para ter as conjunturas relacionadas a cada goleiro."

Mas Caballero não deverá ser a única novidade na escalação de Sampaoli. Depois de treinar com Maximiliano Meza compondo a linha de três meias no começo da semana, o treinador promoveu a entrada de Lanzini, que deverá atuar ao lado de Messi e Di María.

"Lanzini é o nosso preferido desde que chegamos. Teve bastante dificuldade com suas lesões e não pudemos vê-lo. É um jogador vital. Na essência do futebol argentino, necessitamos do 'um contra um' e alguém que conviva nos espaços com o Leo (Messi). Temos que encontrar um jogador que se movimente perto do Leo e estamos buscando", afirmou.

Se não promover nenhuma nova alteração, Sampaoli levará a Argentina a campo nesta sexta com: Caballero; Bustos, Fazio, Otamendi e Tagliafico; Lucas Biglia, Paredes, Lanzini, Di María e Messi; Higuaín. Depois de encarar a Itália, a seleção pega a Espanha, em Madri, terça que vem.

"Queremos potencializar a imagem da seleção argentina. Falei com treinadores de todo o mundo, e o respeito que a equipe gera é muito grande. Todos nos dão como protagonistas do Mundial. Então, que os rivais nos temam ainda mais. Isso fará com que sejamos muito respeitados, é o que estamos buscando", encerrou Sampaoli.