• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Sem reforço, Jair busca alternativas para função de camisa 10 no Santos

  • COMPARTILHE
Esportes

Sem reforço, Jair busca alternativas para função de camisa 10 no Santos

Após resolver a lacuna da lateral esquerda, com o recém-contratado Dodô se firmando na posição, o técnico Jair Ventura tem mais um problema para resolver no Santos. Depois de utilizar diferentes jogadores na função, o treinador reconhece que ainda não encontrou um nome para assumir a camisa 10 do time, mesmo após a disputa de 16 jogos na temporada 2018.

A posição parecia ter sido assumida por Emiliano Vecchio. O argentino atuou como titular em 13 dos 14 primeiros compromissos do Santos na temporada - a exceção foi o duelo com o São Bento pela rodada final da fase de classificação do Campeonato Paulista, quando Jair poupou todos os titulares.

Só que o argentino não voltou mais ao time desde que foi ao intervalo na vitória por 3 a 1 sobre o uruguaio Nacional, em 15 de março. Naquela oportunidade, foi trocado por Dodô, que aproveitou a chance para conquistar seu espaço na lateral esquerda, com o deslocamento de Jean Mota para a sua posição de origem, o meio-campo.

Jogador que conquistou a confiança de Jair nesse início de trabalho no Santos, Jean Mota atuou como meia titular nos dois jogos contra o Botafogo de Ribeirão Preto pelas quartas de final do Paulistão, mas a sua baixa produção na criação de jogadas se refletiu no placar final de ambos, em 0 a 0.

Assim, o próprio treinador reconheceu a carência no elenco santista e a busca por um camisa 10 para reforçar o elenco, ao menos para a disputa do Campeonato Brasileiro. "Fica evidente. Estamos buscando um camisa 10. Testei Jean, Vecchio, Bueno, e eles estão tentando segurar a 10. Eu brinco com eles, tem que ser o cara para ser titular absoluto. Enquanto não achamos, vamos buscando, afirmou.

O Santos teve Lucas Lima como titular absoluto do meio-campo em temporadas recentes, mas ele optou por não renovar o seu vínculo ao fim do último ano, acertando a sua transferência ao Palmeiras. Desde então, tem buscado reforços, mas fracassou nas negociações, sendo a principal delas pelo argentino Lucas Zelarayán, do Tigres.

Sem ter aproveitado Vecchio nos últimos dois jogos, Jair abre o leque de opções para outros dois nomes exercerem a função: Vitor Bueno e Diogo Vitor. Eles tiveram apenas uma chance como titulares em 2018, diante do São Bento, e foram aproveitados nos dois confrontos com o Botafogo.

Diogo Vitor, inclusive, marcou um gol no clássico com o Corinthians e recebeu elogios de Jair por sua atuação contra o time de Ribeirão Preto na Vila Belmiro, na última quarta. "Diogo entrou bem no meio, com característica diferente (do Jean). Queria esse poder pelo meio. Ele foi bem, gostei", comentou Jair, em busca de opções para a função carente de camisa 10 do Santos.