• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Thiago Neves brilha, Cruzeiro volta a bater o Tupi e vai à decisão do Mineiro

  • COMPARTILHE
Esportes

Thiago Neves brilha, Cruzeiro volta a bater o Tupi e vai à decisão do Mineiro

O Cruzeiro garantiu vaga na decisão do Campeonato Mineiro neste domingo, ao derrotar o Tupi por 2 a 1 no Mineirão. Se mostrou-se sonolento na maior parte deste confronto pela manhã, o time celeste contou com grande atuação de Thiago Neves, que marcou duas vezes e selou a classificação, encaminhada com o triunfo por 1 a 0 na ida.

Agora, o Cruzeiro espera para conhecer seu adversário na luta pelo título estadual. Na tarde deste domingo, América-MG e Atlético-MG fazem o segundo jogo da outra semifinal no Independência. O time alvinegro venceu na ida, em casa, por 1 a 0, e tem a vantagem do empate para a volta.

A comemoração cruzeirense pela vitória só não foi maior por causa de Fred. De volta ao time após se recuperar de contusão muscular, o atacante ficou em campo por apenas 25 minutos, antes de sofrer outra lesão, desta vez no joelho esquerdo, e se tornar novamente preocupação para a equipe.

Mas foi o Tupi que surpreendeu o Cruzeiro com sua postura no início do jogo. O time visitante ignorou a festa da torcida e a superioridade técnica do adversário, foi para cima e encurralou o adversário. Aos 12 minutos, chegou a ter bom momento com Léo Costa, que bateu com perigo.

O Cruzeiro jogava por um contra-ataque, que saiu aos 14. Thiago Neves recebeu longo lançamento e tocou de cabeça para o meio da área. A bola passou por Fred e encontrou Rafinha, que bateu para fora. Aos 16, no entanto, não teve jeito. Thiago Neves aproveitou erro da defesa, passou pelo marcador, tocou para Rafinha e correu para a área, onde recebeu de volta para marcar.

O gol parecia tranquilizar o Cruzeiro, mas o Tupi não se rendeu, foi para cima novamente e chegou ao empate somente três minutos mais tarde. João Victor recebeu pela direita, cortou Rafinha e bateu cruzado, sem chances para Rafael.

A torcida já estava apreensiva, e ficou ainda mais quando Fred deixou o campo lesionado, após lance com Sidimar. Diante de um cenário desconfortável, o time da casa tratou de diminuir o ritmo. Aos 42, Thiago Neves marcou um golaço por cobertura, mas um impedimento inexistente foi assinalado.

O segundo tempo seguiu com o mesmo cenário, e o Cruzeiro, se não vivia grande dia, não deixava o Tupi voltar a gostar do jogo. Com posse de bola e Thiago Neves inspirado, o time da casa criou algumas boas chances sem forçar muito, mas Raniel, Egídio e Murilo falharam na finalização.

Coube, então, ao próprio Thiago Neves resolver o confronto. Aos 35 minutos, Egídio fez ótima jogada pela esquerda e cruzou para a área. O meia subiu muito, ganhou do marcador e tocou no contrapé de Ricardo Vilar, fazendo o segundo na partida e selando o resultado.