• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vergne segura pressão de brasileiro, vence no Uruguai e dispara na Fórmula E

  • COMPARTILHE
Esportes

Vergne segura pressão de brasileiro, vence no Uruguai e dispara na Fórmula E

O francês Jean-Éric Vergne conseguiu neste sábado avançar mais um significativo passo rumo ao título da Fórmula E, categoria de carros elétricos. Na sexta etapa do campeonato, em Punta del Este, no Uruguai, o líder da temporada segurou pelas 37 voltas a pressão incessante do brasileiro Lucas di Grassi para vencer a emocionante disputa e ampliar a diferença para os concorrentes. O terceiro lugar ficou com o inglês Sam Bird.

Vergne tem agora 30 pontos de vantagem para o segundo colocado, o sueco Felix Rosenqvist, que chegou em quinto lugar. Já Di Grassi, que ficou com o segundo lugar no Uruguai, consegue reagir e sobe para a décima posição na classificação.

Di Grassi conseguiu o terceiro pódio em três edições da prova uruguaia e se recupera depois de uma começo ruim no campeonato. O atual campeão teve sucessivas quebras e apenas na corrida anterior conseguiu pontuar. O outro brasileiro do grid, Nelsinho Piquet, enfrentou problemas mecânicos e teve de abandonar a prova.

Os comissários anunciaram a poucos minutos do começo da corrida uma nova formação do grid. O pole position Lucas di Grassi acabou punido por uma manobra feita no fim do treino e acabou em segundo. Como também houve a aplicação de novas punições, quem herdou o primeiro lugar na largada foi o francês Jean-Éric Vergne, líder da temporada e que havia feito o quinto tempo anteriormente.

A sequência de punições deixou nas duas primeiras posições os pilotos mais competitivos. O líder do campeonato foi seguido de perto pelo campeão da última temporada. Vergne se manteve na primeira metade menos de um segundo à frente do brasileiro, que ficou à espera de uma oportunidade para atacar. A expectativa ficou para 19ª volta, quando os dois foram juntos para os boxes.

Com as baterias elétricas perto do fim, os dois tentaram rapidamente trocar de carro. O francês levou vantagem, continuou em vantagem, mas seguido bem de perto pelo brasileiro. Duas voltas depois, Di Grassi tentou atacar. A ultrapassagem não deu certo, os dois se tocaram e o campeão do ano passado teve de segurar o veículo para não bater. Novas investidas viriam.

Sem vencer nem subir ao pódio nesta temporada, Di Grassi manteve a caça ao francês até o fim. Nas voltas finais o brasileiro atacou o máximo possível. O líder do campeonato, porém, conseguiu manter um bom ritmo e segurar a posição na briga apertada até o fim. Na última curva os dois chegaram a se tocar, antes de Vergne cruzar a linha de chegada menos de meio segundo antes de Di Grassi.