• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Brasileiro nega Red Bull Salzburg 'azarão' e confia em ida à final da Liga Europa

  • COMPARTILHE
Esportes

Brasileiro nega Red Bull Salzburg 'azarão' e confia em ida à final da Liga Europa

Grande surpresa da Liga Europa nesta temporada, o Red Bull Salzburg dará início nesta quinta-feira à disputa por uma vaga à decisão do segundo maior torneio de clubes do continente. Às 16h05 (horário de Brasília), o time austríaco visita o Olympique de Marselha, no Estádio Vélodrome, pela primeira partida deste duelo de semifinais, sonhando em repetir o feito de 1993/1994, quando, ainda como Austria Salzburg, foi vice-campeão ao perder para a Inter de Milão na final.

O clube é o grande intruso destas semifinais, que contam ainda com os gigantes Atlético de Madrid e Arsenal. E um brasileiro pode ser peça-chave para que os austríacos continuem surpreendendo. O zagueiro André Ramalho, de 26 anos, é um dos pilares da defesa da equipe e precisará parar o ataque adversário se o Salzburg quiser ter chances de superar os franceses.

"A gente sabe da dificuldade que vai ser. É um time muito bom, tem jogadores que podem resolver a qualquer momento. Então, a gente vai se preparar da melhor forma possível. Quem chegou na semifinal não é bobo, tem muita qualidade. Eles tem o Luiz Gustavo, jogador de seleção brasileira, o Payet, que é muito bom, o Mitroglou, o Thauvin. Queremos muito chegar nesta final, fizemos muito esforço para estarmos aqui", disse o brasileiro em entrevista ao Estado.

Surpreender um grande do continente, porém, não é novidade para este Salzburg. Na fase de mata-mata desta Liga Europa, o time austríaco superou três adversários considerados favoritos. Primeiro, a Real Sociedad. Depois, o Borussia Dortmund, com direito a vitória na Alemanha. E para encerrar, uma classificação heroica contra a Lazio. Após perder por 4 a 2 na Itália e sair atrás na Áustria, a equipe marcou quatro gols no segundo tempo e virou para 4 a 1, para se garantir na semifinal.

Até por esta sequência, André Ramalho descarta o rótulo de "azarão". "Se estamos em uma fase como essa, não dá para sermos azarão. Estamos entre os quatro melhores da Liga Europa. É uma sensação única, ótima. Fiquei muito emocionado com a classificação contra a Lazio, ainda mais pelo jeito como foi. Nunca tinha vivido isso. Esses momentos fazem o futebol ser tão incrível. É muito gostoso estar vivendo isso."

Independente do que acontecer de agora em diante, a campanha já está marcada na história do clube de 84 anos, comprado pela multinacional austríaca em 2005. "Posso dizer que o Red Bull está no mais alto nível no que diz respeito à estrutura. Temos tudo o que é preciso. Engana, às vezes, pelo fato de estar na Áustria, o povo não conhece muito. Mas não falta nada. Há todo o amparo necessário", exaltou André Ramalho.

O zagueiro chegou a Salzburg ainda jovem, graças ao intercâmbio promovido pelo clube com sua filial em São Paulo, o Red Bull Brasil, onde André Ramalho começou a carreira. Já na Áustria, viveu um início difícil, chegou a disputar a terceira divisão local, mas ganhou espaço para se destacar e chamar a atenção do Bayern Leverkusen, onde chegou a disputar a Liga dos Campeões.

Mas foi a volta ao Red Bull, no início do ano, que permitiu que o zagueiro escrevesse a principal página de sua carreira até o momento. "Eu sou prova para mim mesmo de como as coisas acontecem muito rápido. Quando faço esta retrospectiva, dá orgulho de tudo que consegui. Passa um filme, é gostoso, uma sensação ótima poder jogar neste nível. Sempre sonhei, como quase todo brasileiro que joga bola na rua. E hoje, posso estar concretizando com jogos tão importantes como estes. É único. Você vê que todo esforço valeu a pena."