• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Carille vira 'cabo eleitoral' de Rodriguinho por vaga na seleção brasileira

  • COMPARTILHE
Esportes

Carille vira 'cabo eleitoral' de Rodriguinho por vaga na seleção brasileira

Destaque do Corinthians na temporada, Rodriguinho não desiste do sonho de disputar a Copa do Mundo na Rússia. Para conseguir convencer o técnico Tite a convocá-lo para a seleção brasileira, o meia conta com um "cabo eleitoral" de peso. Fábio Carille tem ajudado com entrevistas e mudanças no esquema tático para fazer com que o jogador se destaque ainda mais e consiga estar entre os 23 convocados.

Após a partida contra o Paraná, no domingo, quando Rodriguinho marcou mais um gol e chegou a nove na temporada, o treinador foi só elogios ao seu atleta. "Ele está fazendo por merecer", disse o treinador, comentando a possibilidade de o meia ser convocado por Tite. "De 2016 para cá, ele deu só uma caída em uma parte do segundo semestre do ano passado. Em 2016, chamou a responsabilidade, jogou muito no segundo semestre, assim como no Campeonato Paulista e no primeiro turno do Brasileiro em 2017", comentou o comandante corintiano.

No clube, a informação é de que Tite está observando não só ele como outras opções, mas ninguém sabe ao certo se Rodriguinho estará ou não na lista. O protagonismo e o fato de o meia aparecer em grandes jogos são motivos de sobra para a confiança do jogador estar em alta.

Rodriguinho não escondeu a frustração por não ter sido chamado para os últimos amistosos antes da convocação. Pouco tempo depois, outra decepção foi não ser eleito o craque do Campeonato Paulista. Ele perdeu a disputa para Jailson, do Palmeiras.

No caso da seleção do Estadual, ela foi escolhida por jornalistas antes do segundo jogo da semifinal. Logo, não foi levado em consideração o desempenho de Rodriguinho contra o São Paulo (fez o gol que levou a decisão para os pênaltis) e as partidas contra o Palmeiras (marcou um gol decisivo no Allianz Parque).

A mudança do esquema tático, com o Corinthians deixando de ter centroavante, também ajudou no crescimento de Rodriguinho. O curioso é que o meia chegou a reclamar por não ter uma referência na área para passar a bola, mas a alteração lhe deu mais espaço para chegar ao ataque.