• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Hamilton admite sorte na vitória e Bottas diz que beberá cerveja para esquecer

  • COMPARTILHE
Esportes

Hamilton admite sorte na vitória e Bottas diz que beberá cerveja para esquecer

O britânico Lewis Hamilton admitiu neste domingo que precisou de muita sorte para vencer o GP do Azerbaijão e alcançar a primeira vitória na atual temporada da Fórmula 1. Já seu companheiro de Mercedes, o finlandês Valtteri Bottas informou que tomará muita cerveja para esquecer esse Grande Prêmio

Na corrida com mais reviravoltas de 2018, Hamilton era apenas o terceiro a quatro voltas do fim, mas uma falha do alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, e um pneu furado de Bottas o colocou na primeira colocação no circuito de rua de Baku.

"Foi uma corrida realmente emocionante. O Valtteri fez um trabalho tão excepcional e mereceu a vitória, Sebastian também fez um ótimo trabalho. Parece estranho estar aqui em cima, mas eu tenho que comemorar. Eu não desisti, continuei pressionando até o final. Sinto-me incrivelmente agradecido pela vitória. Você tem que pegar os altos com os baixos. Eu não posso reclamar que ganhei", disse Hamilton.

Bottas não tinha muito o que falar. "Talvez depois de dez canecas de cerveja esteja tudo bem", ironizou. "Você sempre precisa tentar superar as dificuldades, faz parte da corrida, mas neste momento é muito doloroso", prosseguiu.

Com a vitória, o britânico assumiu a primeira colocação do Mundial de Pilotos. Ele chegou aos 70 pontos, apenas quatro a mais que Vettel. O finlandês Kimi Raikkonen é o terceiro colocado, com 48, seguido por Bottas, com 40.

"O Valtteri deu muito azar", prosseguiu Hamilton. "Não conseguiria chegar nele até o final. Logo que deixei o carro, foi conversar com ele e parabenizá-lo pelo grande trabalho, por isso demorei a chegar no pódio", completou o britânico.

Hamilton também reconheceu que a Ferrari segue com um carro superior do que os demais. "Eles tem demonstrado uma melhor performance do que a gente o tempo todo. Nosso ritmo no classificatório não está no mesmo nível deles. Por isso precisamos ainda de muito trabalho".