• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Juventus vira no fim contra Internazionale, segue líder e joga pressão no Napoli

  • COMPARTILHE
Esportes

Juventus vira no fim contra Internazionale, segue líder e joga pressão no Napoli

Em um clássico que pode servir de teste para cardíacos, com duas viradas no placar, a Juventus deu um importante passou rumo ao hepta do Campeonato Italiano ao derrotar, com dois gols nos últimos minutos, a Internazionale por 3 a 2, neste sábado, no estádio Giuseppe Meazza, em Milão, pela 35.ª rodada do Campeonato Italiano. Agora com 88 pontos, o time de Turim voltou a abrir quatro de vantagem sobre o Napoli, que entrará em campo pressionado neste domingo contra a Fiorentina, em Florença.

Os grandes heróis da Juventus foram dois atacantes sul-americanos. Aos 41 minutos do segundo tempo, o colombiano Cuadrado marcou o gol de empate e, dois minutos depois, o argentino Gonzalo Higuaín fez de cabeça e comemorou muito a vitória da equipe de Turim, que jogou grande parte do jogo com um jogador a mais - o uruguaio Vecino foi expulso aos 18 da primeira etapa.

No lado da Internazionale, apesar do esforço mostrado em campo para conseguir virar para 2 a 1 no segundo tempo mesmo em desvantagem numérica, a derrota é catastrófica na briga por vaga na próxima edição da Liga dos Campeões da Europa. O time de Milão segue em quinto lugar com 66 pontos e viu a Roma abrir quatro de vantagem neste sábado. Neste domingo, vai torcer contra a Lazio, quarta com 67, que joga em Turim contra o Torino.

Em campo, o clássico foi cheio de emoção e disputa. Logo aos 12 minutos, o atacante brasileiro Douglas Costa recebeu do lado esquerdo da área e bateu cruzado sem chances para o goleiro esloveno Handanovic para abrir o placar. Aos 18, em disputa de bola, Vecino deixou as travas da chuteira na perna de Mandzukic e, após nova consulta ao árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês), o árbitro optou por expulsar o uruguaio.

Até o intervalo, as coisas continuaram quentes, com faltas ríspidas e cartões amarelos - quarto só para jogadores da Juventus. A Internazionale, um pouco atordoada, chegava pouco ao ataque e deu sorte no final com um gol anulado de Matuidi pelo VAR, que flagrou o impedimento do francês no lance.

Na volta para o segundo tempo, a Internazionale foi outro time. Aos seis minutos, em cobrança de falta pela direita, a bola foi alçada na área e o centroavante Mauro Icardi subiu livre para cabecear para o gol e empatar a partida. Corajosa, a equipe de Milão seguiu pressionando e por pouco tomou o segundo. Aos 17, em contra-ataque rápido, Higuaín recebeu livre, invadiu a área e cortou o goleiro, mas, sem ângulo, chutou para fora.

Na sequência, a Internazionale se aproveitou da inaptidão de Cuadrado em fazer a marcação e conseguiu a virada. Aos 19 minutos, Perisic fez boa jogada pela esquerda, deixou o colombiano no chão e cruzou rasteiro para dentro da área. O zagueiro Barzagli, que estava praticamente na linha do gol, tentou tirar, mas acabou mandando contra a própria meta.

O resultado era heroico para a Internazionale, e ótimo para o Napoli, mas a Juventus encontrou forças para acabar com a festa de ambos. Aos 41 minutos, Cuadrado invadiu a área pelo lado direito e, mesmo sem ângulo, arriscou o chute. A bola desviou na zaga e Handanovic, sem reação, apenas observou a bola entrar. Dois minutos depois, em cobrança de falta pela esquerda, a bola foi alçada na área e Higuaín subiu sozinho para dar a importante vitória para a equipe de Turim.