• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Nadal sofre, mas bate azarão na estreia em Barcelona; Rogerinho perde de virada

  • COMPARTILHE
Esportes

Nadal sofre, mas bate azarão na estreia em Barcelona; Rogerinho perde de virada

Com esta vitória, consumada apenas após 1h51min de partida, Nadal se garantiu nas oitavas de final e se credenciou para enfrentar o também espanhol Guillermo García-López

Três dias depois de conquistar o seu 11º título do Masters 1000 de Montecarlo, Rafael Nadal sofreu para confirmar o seu favoritismo em sua estreia no Torneio de Barcelona, mas derrotou o azarão espanhol Roberto Carballes Baena, atual 77º colocado do ranking da ATP, por 2 sets a 0, com duplo 6/4, nesta quarta-feira.

Mesmo atuando em piso de saibro, onde o atual líder do ranking mundial costuma ser dominante contra a grande maioria de seus adversários, o jovem tenista de 25 anos deu trabalho desde o início e chegou a quebrar o saque do seu compatriota por duas vezes neste confronto válido pela segunda rodada do ATP 500 catalão.

O favorito, porém, não deixou se abalar com os sustos e assegurou o triunfo em sets diretos ao converter quatro de sete break points cedidos por Carballes Baena, que na última terça-feira havia estreado na chave principal derrotando o austríaco Andreas Haider-Maurer por 6/2 e 6/4.

Com esta vitória, consumada apenas após 1h51min de partida, Nadal se garantiu nas oitavas de final e se credenciou para enfrentar o também espanhol Guillermo García-López, que horas mais cedo contou com a desistência do japonês Kei Nishikori logo após ganhar o primeiro set do duelo entre os dois por 6/3, por motivo de lesão.

No último domingo, Nishikori foi derrotado justamente por Nadal na decisão em Montecarlo, onde o líder do ranking mundial se tornou o novo recordista isolado de títulos de Masters 1000 - alcançou 31 troféus desta importante série de torneios e deixou para trás o sérvio Novak Djokovic, que tem 30 taças e horas mais cedo decepcionou ao ser eliminado já em sua estreia em Barcelona.

ROGERINHO LUTA, MAS CAI - Depois de passar pelo qualifying e vencer o norte-americano Jared Donaldson em sua estreia na chave principal, o brasileiro Rogério Dutra Silva voltou a exibir força nesta quarta-feira, mas acabou sendo derrotado pelo espanhol Albert Ramos-Viñolas por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 3/6, 6/3 e 6/4, pela segunda rodada do Torneio de Barcelona.

Atual 125º colocado do ranking mundial e hoje o tenista número 1 do Brasil, Rogerinho só foi sucumbir diante do 40º jogador da ATP após 2h14min de equilibrado confronto.

Ele começou bem o duelo ao confirmar todos os seus saques no primeiro set e aproveitar uma de três chances de quebrar o serviço do adversário para aplicar 6/3 e abrir vantagem. Na parcial seguinte, o brasileiro voltou a conquistar uma quebra, mas o espanhol converteu dois de quatro break points para devolver o 6/3 e empatar o jogo.

A terceira e última parcial foi ainda mais equilibrada que as duas primeiras e teve os dois tenistas confirmando os seus saques até o oitavo game. No nono, entretanto, Ramos-Viñolas aproveitou a única oportunidade de quebra cedida por Rogerinho em toda a parcial para fazer 5/4 e depois liquidou o confronto em 6/4 com o serviço na mão.

Essa foi a terceira derrota do brasileiro em três jogos contra o espanhol, que neste ano já havia batido o adversário no Rio Open e anteriormente no Torneio de Viña del Mar de 2013, nas duas ocasiões também em piso de saibro.

Com o triunfo suado sobre Dutra Silva, Ramos-Viñolas avançou às oitavas de final e terá como próximo adversário o vencedor da partida entre o argentino Diego Schwartzman e o grego Stefanos Tsitsipas, também programada para ocorrer nesta quarta-feira.