• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Palmeiras volta aos tribunais e pede a impugnação da final do Paulistão

  • COMPARTILHE
Esportes

Palmeiras volta aos tribunais e pede a impugnação da final do Paulistão

A nova tentativa de anular a decisão havia sido anunciada na noite de terça-feira pelo diretor jurídico do clube, Alexandre Zanotta.


O Palmeiras entrou nesta quarta-feira no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SP) com o pedido de impugnação da segunda partida da final do Campeonato Paulista. O clube retorna à briga nos bastidores depois de na última segunda o pedido de investigação para a suspeita de interferência externa sobre a arbitragem na final ter sido arquivado pelo mesmo tribunal.

A nova tentativa de anular a decisão havia sido anunciada na noite de terça-feira pelo diretor jurídico do clube, Alexandre Zanotta. Em entrevista coletiva em Buenos Aires, o dirigente afirmou que o Palmeiras pretende levar a briga no caso até o fim e citou até mesmo um possível recurso encaminhado à Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês), na Suíça.

O clube considera ter imagens e provas de que a presença de funcionários da Federação Paulista de Futebol (FPF) à beira do gramado com celulares nas mãos indica a interferência externa para fazer o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza voltar atrás na marcação do pênalti de Ralf em Dudu. O material foi elaborado pela Kroll, empresa norte-americana de inteligência contratada pela diretoria.

A principal motivação do Palmeiras para o novo pedido endereçado ao tribunal é que algumas imagens colhidas não foram consideradas na avaliação dos auditores. O clube sustenta que o membro da comissão de arbitragem da FPF, Marcio Verri Brandão, circulou pelo gramado com um celular nas mãos durante os oito minutos de interrupção entre a marcação e o posterior cancelamento do pênalti.