• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Paraná joga para iniciar sua recuperação e deixar a zona de risco do Brasileiro

  • COMPARTILHE
Esportes

Paraná joga para iniciar sua recuperação e deixar a zona de risco do Brasileiro

O Paraná ainda não sabe o que é vencer na Série A do Campeonato Brasileiro. A euforia do retorno à elite transformou as arquibancadas do estádio Durival de Britto em palco de festa no último final de semana, mas ainda assim o time saiu de campo goleado por 4 a 0 pelo Corinthians. Novamente dentro de casa, o elenco de Rogério Micale recebe o Sport neste domingo, às 16 horas, para somar os primeiros pontos na terceira rodada da competição.

Na estreia, jogando no Morumbi, derrota para o São Paulo por 1 a 0 e o primeiro baque na competição. O Paraná apostou em uma marcação firme e pouco agrediu o adversário. Contra o Corinthians a tática foi justamente o contrário: se arriscar mais no ataque, principalmente por estar atuando dentro de casa. Mas o plano custou caro após a goleada, que levou o clube para a lanterna da classificação, sem nenhum ponto somado.

Mas, além dos resultados, o técnico Rogério Micale tem outra preocupação para este jogo. O goleiro Richard se chocou com Rodriguinho no primeiro tempo contra o Corinthians e precisou ser substituído no intervalo. Ele foi reavaliado pelos médicos e foi confirmada uma lesão na coxa, que o deixa fora dos gramados por 15 dias.

Como não vinha treinando desde segunda-feira, o treinador já vinha trabalhando com outras possibilidades. Luis Carlos, que já entrou no último final de semana, é o principal candidato a assumir a posição. Thiago Rodrigues voltou a trabalhar na quinta-feira, mas não deve brigar pela vaga. O meia Carlos Eduardo ainda se recupera de uma lesão na panturrilha, assim como Charles e Guilherme Biteco, que estão em fase de transição do departamento médico para a preparação física.

Todos estes problemas diminuem o leque de opções do técnico Micale, que lamenta a situação. "É uma pena porque atrapalha o nosso planejamento. Nosso elenco é pequeno e fica complicado perder peças importantes já no início da competição, quando a gente planejava somar alguns pontos, principalmente em casa. Por isso, qualifico este jogo diante do Sport com chave para nossa arrancada e recuperação", disse o treinador.