• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Paysandu ganha do Brasil-RS, segue 100% e está entre os líderes da Série B

  • COMPARTILHE
Esportes

Paysandu ganha do Brasil-RS, segue 100% e está entre os líderes da Série B

Em uma das partidas que deu sequência às disputas da terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B neste sábado, o Paysandu fez jus ao fator casa para continuar com 100% de aproveitamento e entre os líderes da competição. No estádio da Curuzu, em Belém, o time celeste recebeu e venceu o Brasil, de Pelotas (RS), pelo placar de 2 a 1. Os três gols da partida foram marcados dos 20 aos 30 minutos da primeira etapa.

Com os três pontos conquistados, o Paysandu segue no G4, na quarta colocação, com nove pontos - o mesmo número de Fortaleza, Figueirense e Vila Nova -, mas fica atrás por conta dos critérios de desempate. Já o Brasil-RS vive um momento totalmente diferente na tabela de classificação. Ainda sem vencer, o time gaúcho está na 15.ª posição com dois pontos.

A partida começou movimentada, com os dois times se estudando e buscando espaço para chegar com perigo ao gol adversário. A primeira chance clara de gol veio aos 17 minutos, pelos lados do Paysandu, quando Claudinho lançou Cassiano na área, que só conseguiu desviar, mas mesmo assim a bola saiu assustando o goleiro adversário.

Com maior posse e criando as melhores chances, não demorou para o time mandante abrir o placar. Aos 20 minutos, em uma bola alçada na área, Renato Augusto subiu mais que os zagueiros e testou firme para o fundo das redes, no cantinho do goleiro Marcelo Pitol, que até se esticou todo, mas não conseguiu fazer a defesa.

Mesmo na frente do placar, o Paysandu não sossegou e logo chegou ao segundo gol. Aos 22 minutos, Matheus Silva invadiu a área e foi derrubado pelo zagueiro Rafael Vitor. Ligado no lance, o árbitro marcou pênalti. O atacante Cassiano foi para a cobrança e, com categoria, mandou a bola para o fundo das redes.

Enquanto o time mandante ainda comemorava, o Brasil-RS conseguiu diminuir o placar e voltou a ficar vivo na partida. Aos 27 minutos, Lourency aproveitou uma bobeada da defesa adversária para receber com liberdade e mandar a bola para o fundo das redes, na saída do goleiro. Nos minutos finais do primeiro tempo, o time visitante até fez pressão pelo empate, mas sem sucesso.

Na volta do intervalo, a partida seguiu bastante disputada. Logo aos 12 minutos, Claudinho recebeu na entrada da área, girou e chutou com força, mas a bola acabou saindo por cima do gol, perdendo uma boa chance de ampliar para o Paysandu. No lance seguinte, Michel mandou uma bola na trave para o Brasil-RS, que seguia lutando pelo empate.

Apesar disso, eram os donos da casa que seguiam criando as melhores chances. Aos 19 minutos, Cassiano avançou com liberdade pela esquerda e depois que invadiu a área soltou o pé, mas Marcelo Pitol estava bem posicionado e conseguiu fazer a defesa em dois tempos.

A partir daí, ambos os técnicos fizeram diversas mudanças nas equipes, mas mesmo assim foi o Paysandu que ficou mais uma vez próximo de ampliar, quando, aos 35 minutos, Matheus Muler aproveitou um bom passe de Thomaz e soltou o pé, mas a bola acabou explodindo na trave antes de sair.

Na próxima rodada, a quarta, o Paysandu vai sair, na sexta-feira da semana que vem, contra o Sampaio Corrêa, em São Luis, enquanto que, nesta terça, o Brasil-RS receberá o Figueirense, às 16h30, no estádio Bento de Freitas, em Pelotas.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU 2 x 1 BRASIL-RS

PAYSANDU - Renan Rocha; Diego Ivo, Renato Augusto, Matheus Silva e Edimar; Nando Carandina, Claudinho (Thomaz), Mike (Renan Gorne) e Perema; Mateus Muller e Cassiano (Magno). Técnico: Dado Cavalcanti.

BRASIL-RS - Marcelo Pitol; Éder Sciola, Rafael Vitor, Rafael Dumas (Leandro Camilo) e Artur; Vacaria (Zé Augusto), Sousa, Lourency e Valdemir (Kaio); Alisson Farias e Michel. Técnico: Clemer.

GOLS - Renato Augusto, aos 20, Cassiano, aos 24, e Lourency, aos 28 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Cassiano, Diego Ivo, Thomaz e Renato Augusto (Paysandu); Sousa e Valdemir (Brasil-RS).

CARTÃO VERMELHO - Artur (Brasil-RS).

ÁRBITRO - Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS) .

RENDA - R$ 97.075,00.

PÚBLICO - 7.004 pagantes.

LOCAL - Estádio da Curuzu, em Belém (PA).