Quatro duplas brasileiras vão às quartas de final do vôlei de praia em Cancún

Esportes

Quatro duplas brasileiras vão às quartas de final do vôlei de praia em Cancún

Ágatha/Duda, Taiana/Talita, Ana Patrícia/Rebecca e Guto/Arthur Mariano avançaram no torneio de nível quatro estrelas

Estadão Conteúdo

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação

Quatro duplas brasileiras seguem na disputa da primeira das três etapas consecutivas do Circuito Mundial de Vôlei de Praia em Cancún, no México. Ágatha/Duda, Taiana/Talita, Ana Patrícia/Rebecca e Guto/Arthur Mariano avançaram às quartas de final do torneio de nível quatro estrelas.

No torneio feminino, Ana Patricia e Rebecca tiveram mais trabalho para chegar às quartas de final. A dupla olímpica precisou disputar a repescagem e venceu as polonesas Wojtasik e Kociolek por 2 sets a 1 (21/19, 16/21 e 15/6). Nas oitavas de final, nova vitória no tie-break contra as cubanas Leila e Maylen: 21/18, 19/21 e 15/10.

"Que dia longo e difícil. Dois jogos muito duros. Estão todas cansadas, buscando se adaptar às condições aqui da etapa, jogos em sequência, mas agora o que importa é que vencemos. Não conseguimos impor o nosso melhor ritmo, mas nos momentos decisivos tivemos clareza para tomar as melhores decisões e conseguir a vitória. Amanhã (segunda-feira) sabemos que também vai ser dureza, são dois times que se conhecem, sabem dos pontos fortes e fracos, então vai ser preciso muita concentração. Esquecer o que passou e buscar jogar melhor amanhã, sacando bem e tentando impor o que for traçado taticamente", analisou Rebecca.

Nas quartas de final, Ana Patricia e Rebecca terão um confronto brasileiro pela frente. As adversárias serão Talita e Taiana, que também precisaram de três sets para derrotar as gregas Arvaniti e Karagkouni (GRE), com parciais de 21/14, 15/21 e 15/12.

"Estamos muito felizes. Esse jogo foi difícil, mas tivemos paciência com o bom momento do outro time. Aqui está ventando muito, então é fundamental ter paciência. Jogamos juntas, sempre falando e ajustando, pois tivemos pouco tempo para treinar", destacou Talita.

Outra dupla olímpica brasileira também entra em quadra pelas quartas de final. Ágatha e Duda precisaram jogar menos de 30 minutos no domingo para avançar na competição. No único jogo delas no dia, as campeãs do Circuito Brasileiro venceram as cubanas Lidy e Sanchez por 2 a 0 (21/13 e 21/10). As adversárias na próxima fase serão as russas Makroguzova e Kholomina.

MASCULINO - Guto e Arthur Mariano seguiram acumulando vitórias em Cancún e também garantiram uma vaga nas quartas de final. Primeiro, eles viraram o jogo contra os americanos Dalhausser e Lucena - com parciais de 16/21, 21/19 e 15/8 - para avançarem no primeiro lugar do Grupo E. O resultado os levou diretamente às oitavas de final, em que eles venceram os também americanos Gibb e Taylor Crabb por 2 sets a 0 (22/20 e 21/9). Agora enfrentam os noruegueses Anders Mol e Christian Sorum valendo um lugar na semifinal.

"Nós entramos no torneio principal com três jogos nas costas, antes do que todo mundo. Cada jogo, cada set e cada ponto é muito importante. A gente tem essa consciência. Ter ganho o primeiro jogo e ter saído em primeiro do grupo foi importantíssimo na nossa caminhada e para as três semanas que vem pela frente. Esse vento e esse calor, está todo mundo sentindo, não tem ninguém que esteja inteiro. Passo a passo a gente está sempre conseguindo focar no próximo jogo", afirmou Guto.

As outras três duplas brasileiras na disputa masculina acabaram se despedindo na repescagem. Alison e Álvaro Filho até venceram o primeiro jogo do dia contra os alemães Yannick Harms e Julius Thole, mas depois foram derrotados por Dalhausser e Lucena no tie-break. Bruno Schmidt e Evandro sofreram derrotas para os americanos Bourne e Trevor Crabb e para os alemães Ehlers e Fluggen. Por fim, André e George perderam dos russos Krasilnikov e Stoyanovskiy e, na repescagem, para os letões Samoilovs e Smedins.