• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Com gols no segundo tempo, Atlético-GO vence Ponte Preta de virada

  • COMPARTILHE
Esportes

Com gols no segundo tempo, Atlético-GO vence Ponte Preta de virada

Jogar como mandante virou um pesadelo para a Ponte Preta. O time de Campinas perdeu, neste sábado, o terceiro de três jogos disputados nessas condições no Campeonato Brasileiro da Série B. Desta vez, o algoz foi o Atlético-GO, que venceu por 3 a 1, de virada, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela sexta rodada.

O duelo aconteceu na casa do Bragantino, uma vez que o gramado do estádio Moisés Lucarelli passa por reformas. Este foi o terceiro jogo dos seis que a Ponte mandará com os portões fechados por conta de suspensão imposta pelo STJD.

Além disso, esta é quarta derrota consecutiva dos campineiros como mandantes, levando em consideração também a Copa do Brasil. No torneio, perdeu para o Flamengo, por 1 a 0. Na Série B, caíra para Paysandu e Londrina, ambos também por 1 a 0. O péssimo rendimento em casa deixa o time mais perto da degola, com sete pontos. Os goianos saltaram para a sexta posição, com dez pontos.

Desde os primeiros minutos, a Ponte Preta buscou controlar o jogo e ficar mais tempo com a bola. Apesar do domínio territorial, o time de Campinas encontrou muitas dificuldades nas construções das jogadas. O primeiro gol saiu apenas aos 37 minutos. A defesa atleticana afastou da área e a sobra ficou com o volante Paulinho. Ele matou no peito com estilo e mandou uma bomba, no ângulo direito do goleiro Jefferson.

Na segunda etapa, a Ponte poderia ter ampliado aos quatro minutos, quando o zagueiro Lucas Rocha salvou em cima da linha após uma conclusão do atacante Júnior Santos. E a resposta do Atlético-GO foi letal. Aos 18 minutos, a bola foi levantada na área, a defesa da Ponte falhou e o meia Júlio César, sozinho, aproveitou a sobra na área e bateu na saída de Ivan.

A entrada do atacante Júnior Brandão na vaga do volante Bileu mudou o cenário do jogo a favor dos visitantes. A virada aconteceu aos 25 minutos. O volante Rômulo bateu de fora da área, a bola desviou em Paulinho e encobriu Ivan. No final, aos 44 minutos, Júlio César sacramentou a vitória ao completar cruzamento de cabeça em cima da linha.

Em 28 de maio, às 20 horas, a Ponte Preta volta a campo para enfrentar o Sampaio Corrêa, no estádio Castelão, em São Luís. Enquanto isso, o Atlético-GO recebe o Oeste, na sexta-feira, às 19h15, no estádio Olímpico, em Goiânia.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 1 X 3 ATLÉTICO-GO

PONTE PRETA - Ivan; Igor, Renan Fonseca, Reginaldo e Marciel (Felippe Cardoso); André Castro, Paulinho e Tiago Real (Murilo); André Luis (Roberto), Júnior Santos e Danilo Barcelos. Técnico: Doriva.

ATLÉTICO-GO - Jefferson; Alisson, Lucas Rocha, René (Oliveira) e Mascarenhas; Bileu (Júnior Brandão), Rômulo, Fernandes e João Paulo; Júlio César e Renato Kayzer (André Luís). Técnico: Claudio Tencati.

GOLS - Paulinho, aos 37 minutos do primeiro tempo. Júlio César, aos 21 e aos 44, e Rômulo, aos 25 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Caio Max Augusto Vieira (RN).

CARTÕES AMARELOS André Luís, Tiago Real e Reginaldo (Ponte Preta); Fernandes (Atlético-GO).

RENDA E PÚBLICO - Portões fechados.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).