• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Com mais de 2 milhões de espectadores, audiência do NBB cresce 29% na web

  • COMPARTILHE
Esportes

Com mais de 2 milhões de espectadores, audiência do NBB cresce 29% na web

O NBB 10 vê uma disputa equilibrada para definição dos finalistas - Flamengo x Mogi das Cruzes de um lado e Paulistano x Bauru do outro -, mas, independentemente de quem conquistar o título, a atual edição é histórica. A Liga Nacional de Basquete (LNB) registrou um aumento de pouco mais de 29% nas visualizações nas transmissões via web da temporada 2016/2017 para 2017/2018.

A audiência total foi de 2.210.000 de espectadores contra 1.700.000 da temporada passada. Os números já incluem os playoffs, já que a transmissão via web só vai até as quartas de final. O crescimento foi impulsionado pela parceria com o Twitter, que, ao lado do Facebook, passou a exibir as partidas, em acordo inédito com ligas esportivas no Brasil. É muito mais gente vendo o basquete.

A LNB investe R$ 500 mil na transmissão via web por ano. A verba é proveniente dos patrocinadores da liga, sem ônus adicional aos clubes. Há ainda um parceiro para jogos exibidos pelo Facebook: o Açúcar Guarani.

"Completamos quatro anos da primeira transmissão neste ano. Queríamos simplesmente proporcionar mais jogos para os fãs de basquete. Hoje, temos certeza que os jogos via streaming são fundamentais na estratégia de comunicação do NBB, pois conseguimos não só aumentar a capilaridade de transmissões, mas oferecer uma experiência exclusiva para os fãs e parceiros, que apostaram nessa plataforma como ferramenta de divulgação de suas marcas", comemorou o presidente da LNB, João Fernando Rossi. "Ter um aumento na audiência temporada após temporada mostra que nosso produto na web está consolidado", disse.

As transmissões via web também serviram para aumentar o engajamento nas redes sociais no NBB. No Facebook, o número de seguidores passou de 568 mil ao fim da temporada passada para mais de 644 mil atualmente. No Twitter, são mais de 121 mil seguidores contra 88 mil há um ano. As hashtags do #NBBnoTwitter e #NBBnoFacebook atingiram trending topic’s em todos os confrontos.

"A transmissão via streaming é uma realidade no mundo e faz parte da estratégia de distribuição de conteúdo das grandes ligas esportivas. O NBB percebeu esse movimento em 2014 e conseguimos fazer crescer o produto #NBBnaWeb a cada temporada, incluindo novas evoluções, como replay, estatísticas na tela, pré-jogo shows, etc, que nos possibilitam sonhar cada vez mais alto para os próximos anos", afirmou João Fernando Rossi.

O objetivo é ter 100% dos jogos transmitidos via web em um futuro próximo. Por enquanto, a LNB negocia para manter o atual cenário. O acordo para renovação das parcerias com o Facebook e Twitter está em discussão para que o modelo continue no NBB 11.

NETFLIX DO BASQUETE - O objetivo da LNB é oferecer aos fãs da modalidade um serviço similar ao da Netflix (canal para basear vídeos e séries), por meio da plataforma OTT (Over-The-Top). Além de transmitir 100% dos jogos do NBB, todo o conteúdo que atualmente é divulgado exclusivamente nas mídias sociais ficaria disponível em sistema On Demand.

A estratégia da LNB é ter uma plataforma "freemium", em que alguns conteúdos serão de graça e outros apenas para assinantes. Ainda não há uma data para que o serviço fique disponível. Um estudo está em andamento para definir o modelo ideal.

"Hoje o NBB atinge 45% dos jogos com transmissões multiplataformas na TV aberta (Band), TV fechada (SporTV) e internet (Facebook e Twitter). Temos de ir atrás dos outros 55%", disse João Fernando Rossi, sobre transmitir 100% das partidas.