• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

De virada, Fluminense bate o Vitória em Salvador e reage no Brasileirão

  • COMPARTILHE
Esportes

De virada, Fluminense bate o Vitória em Salvador e reage no Brasileirão

Com gols de Pablo Dyego e Gilberto, o Fluminense venceu o Vitória por 2 a 1 no Barradão, em Salvador, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time da casa saiu na frente com Neilton ainda no primeiro tempo, mas cedeu a virada na etapa final. Com o resultado os cariocas confirmaram a reação na competição, ganhando posições importantes na classificação, enquanto os baianos seguem sem vencer, amargando a zona de rebaixamento.

Em quatro jogos são duas vitórias, um empate e uma derrota, resultados que deixam o Fluminense com sete pontos e na parte de cima da tabela, enquanto o Vitória vem de três derrotas consecutivas, além de um empate por 2 a 2 com o Flamengo na estreia, que deixa o clube com apenas um pontos e entre as piores campanhas da competição.

O Fluminense já conseguiu assustar o goleiro Caíque com apenas três minutos de bola rolando. Marlon cobrou uma falta da intermediária e exigiu boa defesa do adversário, que espalmou. Mas a resposta do Vitória veio com bola na rede. Com 20 minutos, Jeferson encontrou espaço pela direita, chegou na linha de fundo e cruzou rasteiro para Neilton, que vinha de trás e tocou de perna direita, se antecipando a marcação na primeira trave.

Mesmo à frente no placar, o Vitória seguiu pressionando o adversário em busca de uma nova oportunidade de ampliar o marcador. Com 32, o time criou boa trama pela esquerda até a bola chegar em Neilton, que cortou a marcação e tentou bater colocado, mas ela explodiu no adversário. Jogando fora de casa o Fluminense não conseguia criar no campo ofensivo e sofria com as trocas de passe no meio-campo, sem penetrar.

Para o segundo tempo, o Fluminense voltou em busca da virada. Com 19 minutos, em bate-rebate na grande área, a bola sobrou para Richard, que soltou o pé de frente para o gol, mas jogou pela linha de fundo. Até que o empate veio aos 27, com Pablo Dyego. O atacante entrou no lugar de Marcos Júnior e estava bem colocado quando Pedro rolou para trás. Ele teve apenas o trabalho de encher o pé e estufar as redes.

Depois de muito insistir, o time de Abel Braga conseguiu encontrar o segundo gol. Em cobrança de escanteio pela esquerda, Sornoza jogou na linha de pequena área e encontrou Gilson, que subiu mais que todo mundo e testou no cantinho esquerdo do goleiro Caíque, que nada pode fazer. A virada em Salvador veio aos 40 minutos, quando o Vitória já estava cansado e não pôde reagir.

O Vitória volta para o campo no próximo domingo, às 16 horas, contra o Vasco em São Januário, no Rio de Janeiro. Também pela 5ª rodada, o Fluminense enfrenta o rival Botafogo no Nilton Santos, também no Rio de Janeiro, mas às 20 horas de segunda-feira.

FICHA TÉCNICA:

VITÓRIA 1 X 2 FLUMINENSE

VITÓRIA - Caíque; Jeferson, Kanu, Aderllan (Ramon) e Pedro Botelho; Uillian Correia, Neílton (Alex Baumjohann) e Rhayner; Wallyson, Yago (Luan) e Denilson. Técnico: Vagner Mancini.

FLUMINENSE - Júlio César; Renato Chaves, Nathan e Frazan; Gilberto, Richard, Jadson (Robinho), Marlon e Sornoza; Marcos Junior (Pablo Dyego) e Pedro (Dodi). Técnico: Abel Braga.

GOL - Neilton, aos 20 minutos do primeiro tempo. Pablo Dyego, aos 27, e Gilberto, aos 40 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC).

CARTÕES AMARELOS - Kanu e Rhayner (Vitória); Jadson (Fluminense).

RENDA - R$ 66.159,50.

PÚBLICO - 6.652 pagantes.

LOCAL - Estádio Barradão, em Salvador (BA).