• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

De volta, Edenilson pede que Inter ataque com mais jogadores para voltar a marcar

  • COMPARTILHE
Esportes

De volta, Edenilson pede que Inter ataque com mais jogadores para voltar a marcar

O Internacional entra em campo na segunda-feira, diante da Chapecoense, tentando encerrar um incômodo jejum. No Beira-Rio, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, a ordem é voltar a marcar gols após cinco jogos em branco. De volta ao time, o volante Edenilson deu a receita para que a péssima fase ofensiva finalmente chegue ao fim.

"A gente tem que saber defender, mas na hora de atacar, também sair com mais gente. Acredito que os jogadores ficam muito sozinhos na hora de atacar, talvez até por um desgaste na defesa. Mas isso é coisa que o professor está trabalhando para a gente melhorar. A gente precisa ter um melhor discernimento na hora de atacar", disse em entrevista coletiva neste sábado.

Diante deste incômodo jejum e após a queda prematura na Copa do Brasil, o Inter vive dias de pressão. São apenas cinco pontos no Campeonato Brasileiro, à beira da zona de rebaixamento, e a torcida não tem poupado críticas. Por isso, a equipe promete encarar o confronto de segunda como uma "final".

"A gente tem que encarar cada jogo como se fosse uma final, ainda mais neste momento sem vencer. Por isso, muito importante os três pontos", comentou Edenilson. "A pressão sempre vai ter, independente da posição. É um campeonato longo, está no começo. A gente fica incomodado, mas trabalhamos para melhorar e tenho certeza que vamos conseguir um ótimo resultado."

Neste sábado, o técnico Odair Hellmann fechou à imprensa a atividade realizada no Beira-Rio, sob intensa chuva. Edenilson trabalhou normalmente durante a semana, após se recuperar de uma lesão no joelho esquerdo, e está confirmado. D'Alessandro e William Pottker conseguiram efeitos suspensivos, após os incidentes no duelo com o Flamengo, e também estão à disposição.

"O D'Alessandro e o Pottker são jogadores importantes, a gente sabe da capacidade deles, da importância para o grupo. Tenho certeza que o professor está pensando em quem escalar. E quem entrar vai dar conta do recado", garantiu Edenilson.

Por mais que não tenha confirmado, Odair deverá levar o Inter a campo na segunda-feira com: Danilo Fernandes; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, William Pottker, D'Alessandro e Patrick; Leandro Damião.