• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Em situações opostas, Flamengo e Vasco se enfrentam em clássico no Maracanã

  • COMPARTILHE
Esportes

Em situações opostas, Flamengo e Vasco se enfrentam em clássico no Maracanã

O Vasco não está mal no Brasileirão (ocupa a sétima posição, com um jogo e três pontos a menos que o Flamengo), mas foi eliminado da Libertadores ainda na fase de grupos

Em situações opostas, Flamengo e Vasco se enfrentam a partir das 19 horas deste sábado, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O time rubro-negro lidera a competição, garantiu vaga na próxima fase da Copa Libertadores e está nas quartas de final da Copa do Brasil.

O Vasco não está mal no Brasileirão (ocupa a sétima posição, com um jogo e três pontos a menos que o Flamengo), mas foi eliminado da Libertadores ainda na fase de grupos e perdeu por 3 a 0 o primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Bahia, fora de casa.

O momento ruim do Vasco em campo se estende para fora dele: a oposição pede a saída do presidente vascaíno Alexandre Campello, por conta de irregularidades na venda do atacante Paulinho. "Todos nós sentimos muito esse momento conturbado", admitiu o lateral-direito Yago Pikachu, para quem a derrota para o Bahia, na penúltima partida, foi pior do que a do último jogo, para o Vitória.

"Como o (técnico) Zé Ricardo falou na coletiva, (o jogo contra o Bahia) foi uma das piores partidas nossas. Depois, contra o Vitória, se analisarmos os números, fomos melhores. A equipe evoluiu do jogo do Bahia para o Vitória, mas o resultado não veio", concluiu Yago Pikachu.

Mas o lateral-direito considera que o clássico pode encerrar a má fase do Vasco e embalar a equipe. "Nada melhor do que jogar um clássico, Maracanã lotado. Uma vitória pode nos dar mais confiança para que a gente possa pensar no jogo de terça (pela Libertadores). Acho que um clássico vem em boa hora e temos tudo para fazer um bom trabalho, já que tivemos a semana cheia e o nosso adversário vem mais cansado".

Quatro dias após se garantir na próxima fase da Libertadores, o Flamengo chega animado para o clássico - o primeiro sob o comando do técnico Maurício Barbieri, que comanda o time rubro-negro há 11 partidas com seis vitórias, quatro empates e uma derrota (aproveitamento de 66,6%).

Sem o zagueiro Juan, que machucou a coxa direita durante a última partida, o treinador deve escalar Léo Duarte como titular. A outra opção era Rodolpho, que, embora mais experiente, está retornando de lesão e deve ser preterido.