• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Felipe Melo vê motivação política no Palmeiras em pressão para demitir treinador

  • COMPARTILHE
Esportes

Felipe Melo vê motivação política no Palmeiras em pressão para demitir treinador

O técnico do Palmeiras, Roger Machado, ganhou a defesa do volante Felipe Melo nesta sexta-feira. Em entrevista coletiva na Academia de Futebol, em São Paulo, o jogador afirmou que as vaias e o pedido de mudança de comando por parte da torcida têm motivação política e são injustas diante da qualidade do trabalho e dos bons resultados do treinador alviverde.

"Acho que isso aí é política, não é possível. Não tem lógica pedir a saída de um treinador que está fazendo ótimo trabalho. Acabamos de nos classificar em primeiro geral na Libertadores, em um grupo que muitos falavam que seria difícil classificar", afirmou Felipe Melo. Ausente dos dois últimos jogos por estar suspenso e depois por ser poupado, ele retorna ao time neste sábado contra o Bahia, pelo Campeonato Brasileiro.

A principal organizada do Palmeiras, a Mancha Alviverde, publicou nos últimos dias um manifesto para pedir a saída de Roger Machado depois da derrota por 1 a 0 para o Corinthians, no domingo passado. Na quarta-feira, contra o Junior Barranquilla, pela Copa Libertadores, parte da torcida também vaiou a equipe no intervalo, quando o placar estava sem gols.

Para o jogador, a torcida e o time precisam se reaproximar, principalmente depois de a derrota no clássico ter motivado protestos. "A gente tem que voltar a estar mais junto da torcida e a torcida mais junto do Palmeiras. Isso é importante para nós e para os torcedores. Esse grupo aqui tem vergonha na cara", comentou Felipe Melo.