• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Giroud marca, Chelsea vence clássico contra Liverpool encosta no G4 do Inglês

  • COMPARTILHE
Esportes

Giroud marca, Chelsea vence clássico contra Liverpool encosta no G4 do Inglês

O Chelsea venceu o clássico contra o Liverpool por 1 a 0 neste domingo, em casa, e encostou no G4 do Campeonato Inglês. Com dois jogos ainda para fazer na competição, o time anfitrião foi a 69 pontos e está a apenas dois de distância do Tottenham, o quarto colocado. O Liverpool, que tem um jogo a mais, está em terceiro lugar, com 72 pontos.

Os quatro melhores da competição garantem vaga à Liga dos Campeões. O Chelsea volta a campo para enfrentar o Huddersfield na próxima quarta-feira, em casa, e fecha a participação no Inglês no domingo, contra o Newcastle, fora. Também no domingo, o Liverpool receberá o Brighton & Hove Albion.

No clássico disputado no Stamford Bridge, o Chelsea deveria impor seu ritmo, pois jogava em casa e teve a semana de descanso antes do clássico. O Liverpool colocou a formação titular mesmo após um desgastante confronto contra a Roma, quarta-feira, pela semifinal da Liga dos Campeões. Apesar de perder por 4 a 2, o time inglês avançou para a decisão por ter vencido o jogo de ida por 5 a 2. A final será contra o Real Madrid, no dia 26 de maio, em Kiev, na Ucrânia.

Pelo lado do Liverpool, Firmino começou entre os titulares. No Chelsea, Willian entrou somente no segundo tempo e o zagueiro David Luiz nem foi relacionado. Em comum, ninguém fez muito em campo.

O Liverpool dominou as ações no início e chegou a ter 70% de posse de bola. Aos 30 minutos, os visitantes criaram duas boas chances na sequência. Ambas com Mané. O atacante senegalês bateu colocado para boa defesa de Cortois. Na sobra, Firmino devolveu para Mané, que chutou fraco.

O susto fez o Chelsea acordar para o jogo. No minuto seguinte, Moses fez boa jogada pela direita e cruzou. A bola ainda desviou em Mané, e Giroud apareceu no meio da área para mandar para as redes.

Na etapa final, o Chelsea voltou pressionando. Aos 10, Hazard deixou os marcadores para trás e chutou para boa defesa de Karius. No rebote, Moses foi travado. No minuto seguinte, o time anfitrião chegou a mandar a bola para as redes. Mas Rüdiger estava em posição de impedimento.

Os donos da casa ainda quase ampliaram com um golaço. Aos 33, Moses cruzou da direita e Marcos Alonso apareceu na segunda trave para mandar uma bomba de primeira. A bola saiu rende à trave.

O Liverpool esboçou uma pressão nos minutos finais. Passou a cruzar a bola na área do adversário em busca do gol do empate, que praticamente sacramentaria a classificação para a Liga dos Campeões na próxima temporada. Mas o Chelsea se segurou e conseguiu se manter vivo na luta pelo G4.