• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Helinho lidera 1º dia da classificação das 500 Milhas e Hinchcliffe é eliminado

  • COMPARTILHE
Esportes

Helinho lidera 1º dia da classificação das 500 Milhas e Hinchcliffe é eliminado

O primeiro dia do treino de classificação das 500 Milhas de Indianápolis contou com um velho conhecido na liderança e uma eliminação surpreendente. O brasileiro Hélio Castroneves, dono de três vitórias na tradicional prova, liderou as atividades do "Bump Day", enquanto o canadense James Hinchcliffe não conseguiu ficar entre os 33 melhores do dia e está fora da corrida agendada para 27 de maio.

Helinho não participa da temporada completa da Indy em 2018, mas voltou a mostrar os motivos que o fazem ser sempre visto como favorito em Indianápolis. O brasileiro da Penske cravou o tempo combinado de 2min37s260 e garantiu a liderança do sábado e ao menos um lugar entre os nove primeiros colocados do grid na corrida.

Do lado oposto, o piloto da Schmidt Peterson teve problemas e azar. Quando ele iria iniciar a sua participação no treino, a chuva interrompeu a atividade. Na sequência, vibrações no carro o impediram de fazer voltas rápidas. E o canadense, então, ficou fora da relação dos 33 melhores pilotos da atividade, que vão compor o grid, assim como a britânica Pippa Mann.

Helinho, o mais rápido com o seu carro da Penske, foi seguido pelo norte-americano Ed Carpenter, que dá nome à sua equipe, com 2min37s416. E a Penske ainda colocou mais três pilotos entre os nove primeiros colocados, com o francês Simon Pagenaud na terceira posição, o australiano Will Power em quaro lugar e o norte-americano Josef Newgarden em sétimo.

O francês Sébastien Bourdais, da Dale Coyne, garantiu a quinta posição neste sábado, logo à frente do norte-americano Spencer Pigot, da Ed Carpenter. A relação dos nove primeiros colocados, que vão brigar pela pole position neste domingo, foi completada pelo neozelandês Scott Dixon, da Ganassi, e pela norte-americana Danica Patrick, da Ed Carpenter, que vai encerrar a sua carreira nas pistas nesta edição das 500 Milhas.

O resultado dos pilotos que ficaram entre o décimo e o 33º lugar possui pouca relevância para a definição do grid, pois eles vão brigar por essas posições no segundo dia de atividades. De qualquer forma, os dois brasileiros da Foyt tiveram bom desempenho neste sábado, com Tony Kanaan na 11ª posição, com 2min38s236, e Matheus Leist na 12ª, com 2min38s282.