• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Herói do título, Bale pode deixar o Real Madrid: 'Preciso jogar toda semana'

  • COMPARTILHE
Esportes

Herói do título, Bale pode deixar o Real Madrid: 'Preciso jogar toda semana'

Autor dos dois gols - um golaço de bicicleta e outro de fora da área contando com uma falha bisonha do goleiro rival - que deram o título da Liga dos Campeões da Europa, o 13.º da história, ao Real Madrid, o atacante galês Gareth Bale revelou ao final da vitória sobre o Liverpool por 3 a 1, em Kiev, na Ucrânia, que pode deixar o clube espanhol em breve. A reserva, como aconteceu neste sábado, o tem incomodado muito.

"Eu preciso jogar, jogar toda semana, e isso não aconteceu nesta temporada. Tive algumas lesões que me afastaram dos primeiros 5 meses, praticamente", relembrou o jogador, ainda em campo no estádio Olímpico. "Agora eu tenho que conversar com o meu empresário durante o verão (na Europa) para a gente decidir o que é melhor para mim", continuou Bale, que entrou na etapa final na vaga de Isco e pouco depois marcou o golaço de bicicleta.

As declarações do atacante do País de Gales coincidem com as dadas pelo companheiro português Cristiano Ronaldo, que também do gramado, na comemoração do título, alimentou certas dúvidas se permanecerá jogando pelo Real Madrid.

"Eu fiquei triste por não ter sido titular, mas sabia que teria que causar um impacto no jogo quando eu entrasse. E foi o que eu consegui fazer", concluiu Bale, que terminou a Liga dos Campeões com oito gols. Foi o vice-artilheiro do time, só atrás dos 15 de Cristiano Ronaldo.

BRASILEIROS - Garantidos no Real Madrid, Marcelo e o volante Casemiro se tornaram os brasileiros com mais títulos conquistados na Liga dos Campeões. O lateral-esquerdo brincou com o número de taças e disse que o volante assumirá a liderança em breve por ser mais novo. "Eu tô velho já. O Casemiro vai passar e ganhar umas sete ou oito ainda. Já estou com 30 anos, ele é novo ainda. Brincadeira à parte, jogar no clube que tem mais Champions na história é um orgulho", declarou, em entrevista ao canal de TV Esporte Interativo.

Autor da assistência que gerou o gol de bicicleta de Bale, Marcelo valorizou a conquista e respondeu as críticas que sofreu na metade da temporada. "Estou muito feliz, orgulhoso do nosso time, fizemos história. É um momento que vai ficar guardado. A gente lutou muito desde o inicio e ganhamos três (Liga dos Campeões) seguidas. A gente foi vitima de injustiça no meio da temporada. Tivemos méritos de chegar na final e ganhar", disse.