• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Parma retorna à elite do futebol italiano três anos após falência

  • COMPARTILHE
Esportes

Parma retorna à elite do futebol italiano três anos após falência

O Parma está de volta à elite do futebol italiano. O tradicional time da Itália venceu o Spezia por 2 a 0 nesta sexta-feira, fora de casa, e, três anos após ser rebaixado à quarta divisão por questões financeiras, está de volta à primeira divisão do Campeonato Italiano.

O Parma, que já abrigou jogadores brasileiros importantes, como Taffarel, Junior, Alex e Amoroso, tornou-se o primeiro time italiano a acumular três acessos consecutivos. Terminou a segunda divisão na vice-liderança com 72 pontos, atrás apenas do campeão Empoli, que somou 85 pontos e também garantiu o acesso.

Frosinone, Palermo, Venezia, Bari, Cittadella e Perugia disputarão a terceira vaga em jogos eliminatórios.

Fabio Ceravolo e Amato Cicirecci marcaram os gols da vitória que levou o Parma de volta à primeira divisão italiana. Alberto Gilardino, que fez história no Parma e foi campeão da Copa do Mundo em 2006 pela Itália, desperdiçou um pênalti para o Spezia.

FALÊNCIAS E RESSURGIMENTO - O Parma foi um dos principais clubes do futebol mundial nos anos 1990. Em 1999, foi campeão da Copa da Uefa. Além dos brasileiros já citados, outras craques mundiais, como Buffon, Cannavaro, Thuram, Verón, Asprilla e Crespo, jogaram na equipe.

O Parma teve em sua história duas falências. A primeira vez foi em 2004 após a saída da Parmalat, patrocinadora que injetou muito dinheiro no clube e se envolveu em uma série de escândalos de corrupção. Em 2015, entrou em falência por dívidas e foi rebaixado à quarta divisão do futebol italiano.

Foi refundado como "Parma Cálcio 1913", ganhou um novo escudo e o aporte financeiro da empresa chinesa Desport. O ex-jogador Hernán Crespo foi um dos responsáveis pelo ressurgimento do clube. O argentino intermediou o acordo com os chineses e foi escolhido para ser vice-presidente, ajudando no processo de remontagem do time.