• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Presidente do Santos tranquiliza Jair Ventura: 'É o nosso técnico'

  • COMPARTILHE
Esportes

Presidente do Santos tranquiliza Jair Ventura: 'É o nosso técnico'

No que depender das declarações do presidente do Santos, José Carlos Peres, o técnico Jair Ventura pode ficar tranquilo. Nesta quarta-feira, o mandatário concedeu entrevista coletiva e afirmou que não pretende mudar o comando da equipe.

"O Jair continuará sendo o técnico do Santos. Eu tenho minhas razões, até por conta da responsabilidade. Ele está tranquilo no cargo", disse. "Ele não chegou de graça no clube, ele é o nosso técnico. Ele não é o culpado", prosseguiu.

O Santos tem oscilado bastante na atual temporada e não vem conseguindo somar pontos especialmente fora de casa. O time vem de derrota para o São Paulo por 1 a 0 no Morumbi e levou uma goleada do Grêmio por 5 a 1, nas duas últimas partidas que fez fora de casa pelo Campeonato Brasileiro.

No entanto, Peres olhou para outras competições e deu respaldo ao atual treinador. "O Santos foi um dos primeiros a se classificar para a próxima fase da Libertadores, conseguimos classificação na Copa do Brasil", disse.

"A culpa é da diretoria, se é que ela existe. Sem dinheiro, não fazemos verão. Não conseguimos dar o que ele precisa. Não podemos ser irresponsáveis com um clube que está se reconstruindo. Temos que ter criatividade e não é agora, estamos desde o início da temporada", afirmou Peres.

RODRYGO FICA - Quando os clubes estão sem dinheiro, o que geralmente a diretoria costuma fazer é tentar negociar seus principais jogadores. O jovem Rodrygo de 17 anos despertou o interesse do Barcelona, mas, segundo Peres, ele ainda não está à venda. Talvez fique depois que os clubes resolverem a pendência sobre a negociação de Neymar.

"Não há reunião. Temos um processo contra o Barcelona sobre o Neymar. Quatro meses antes do Mundial de 2011, o Barcelona adiantou um dinheiro sobre a transação, entendemos que houve um aliciamento. Nós exigimos receber 14,5 milhões de euros (cerca de R$ 61 milhões) do Barcelona. Quando pagar, vamos discutir sobre outras coisas", disse o presidente do Santos.

Nesta quinta-feira, às 19h15, o Santos recebe o Real Garcilaso na Vila Belmiro pela última rodada da fase de grupos. Uma vitória garante ao time alvinegro a liderança do Grupo F. No domingo, a equipe enfrentará o Cruzeiro no Pacaembu pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.