• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ricciardo repete domínio e lidera dobradinha da Red Bull no 2º treino em Mônaco

  • COMPARTILHE
Esportes

Ricciardo repete domínio e lidera dobradinha da Red Bull no 2º treino em Mônaco

Ricciardo se tornou o primeiro piloto na história a registrar uma volta em menos de 1min12 nas ruas do principado, algo que já havia sido previsto pela Pirelli, a fornecedora de pneus da Fórmula 1


Daniel Ricciardo e a Red Bull dominaram o primeiro dia de atividades para o GP de Mônaco, a sexta das 21 etapas da temporada 2018 da Fórmula 1. Após liderar o primeiro treino livre desta quinta-feira no circuito de rua de Montecarlo, o australiano repetiu o resultado na segunda sessão, sendo o mais rápido de ambas as atividades e sempre em dobradinha com o holandês Max Verstappen, o seu companheiro de equipe.

Embora já tenha ficado perto de triunfar em Montecarlo, Ricciardo nunca venceu o tradicional GP de Mônaco, sendo que no ano passado foi o terceiro colocado. E em 2018 o australiano começou muito bem a busca por seu primeiro triunfo no principado. Afinal, após liderar a sessão inicial com a marca de 1min12s280, melhorou seu desempenho na segunda atividade ao cravar o tempo de 1min11s841.

Com isso, Ricciardo se tornou o primeiro piloto na história a registrar uma volta em menos de 1min12 nas ruas do principado, algo que já havia sido previsto pela Pirelli, a fornecedora de pneus da Fórmula 1, que havia apostado que o GP de Mônaco registraria recordes com a utilização do novo composto hipermacio.

Outra previsão que vai se confirmando para o fim de semana é o de que a Red Bull teria o carro mais competitivo, realizada pelo britânico Lewis Hamilton. E essa situação ficou clara no segundo treino livre, pois, assim como no primeiro, Verstappen completou a dobradinha da Red Bull, em segundo lugar, com a marca de 1min12s035.

O alemão Sebastian Vettel, que venceu a prova nas ruas de Montecarlo no ano passado e também em 2011, foi quem mais se aproximou dos pilotos da Red Bull no segundo treino livre ao garantir a terceira posição da atividade tendo cravado o tempo de 1min12s413, melhorando seu desempenho em relação ao primeiro treino, em que havia sido o quarto colocado.

Vettel, assim, inverteu sua posição com o britânico Lewis Hamilton, que tinha ficado em terceiro no primeiro treino livre. Líder do Mundial de Pilotos e embalado por duas vitórias consecutivas na temporada, o piloto da Mercedes terminou na quarta colocação com a marca de 1min12s536.

Hamilton foi apenas 0s007 mais rápido do que o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, o quinto colocado. E logo depois veio o compatriota Valtteri Bottas, da Mercedes, com 1min12s642, sendo o último piloto a fazer uma volta em menos de 1min13 no segundo treino livre para o GP de Mônaco.

Após as três principais equipes do grid, Renault e McLaren colocaram os seus dois pilotos entre os dez melhores da atividade. O alemão Nico Hulkenberg foi quem melhor se saiu na equipe francesa, em sétimo lugar, enquanto o espanhol Carlos Sainz Jr. ficou na décima posição, após se destacar no primeiro treino, em que foi o sexto colocado.

O belga Stoffel Vandoorne foi o oitavo, logo à frente do espanhol Fernando Alonso, que teve uma atividade sem grandes ocorrências, após enfrentar problemas com os freios da McLaren no primeiro treino livre para o GP de Mônaco. A segunda atividade ainda precisou ficar paralisada por alguns minutos, sob bandeira vermelha, para realização de reparos na tampa de um bueiro antes da curva Mirabeau.

Os pilotos voltarão a acelerar no circuito de rua de Montecarlo no sábado, quando ocorrerá a sessão de classificação a partir das 10 horas (de Brasília). A largada para o GP de Mônaco está prevista para as 10h10 de domingo.