• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Rockets derrota Warriors e fica a uma vitória da final da NBA

  • COMPARTILHE
Esportes

Rockets derrota Warriors e fica a uma vitória da final da NBA

No último minuto, Paul tentou uma infiltração, marcado por Quinn Cook, não conseguiu fazer a cesta, caiu e saiu do jogo devido a uma lesão na coxa, que pode deixá-lo de fora do sexto duelo da série

A liderança, a experiência e o sacrifício de Chris Paul colocaram o Houston Rockets a um triunfo da final da NBA e o Golden State Warriors próximo da eliminação. Agora, então, o time texano aguarda, tenso, para ver se a coxa lesionada do armador está suficientemente forte para dar o passo que falta para ir à final da NBA.

Eric Gordon deixou o banco de reservas para marcar 24 pontos, sendo dez no último quarto, e roubou a bola que sentenciou, na noite de quinta-feira, a vitória do Rockets por 98 a 94 sobre o Warriors, em casa. A roubada de Gordon se deu na última jogada do Warriors, levando o Rockets a abrir vantagem de 3 a 2 na decisão da Conferência Oeste.

Agora, então, será visitante em Oakland no sábado, quando será realizada a sexta partida. E buscará eliminar o atual campeão da NBA e avançar para aquela que seria sua primeira final da liga desde que conquistou títulos consecutivos em 1994 e 1995.

Paul anotou 20 pontos, sendo 18 nos últimos dois quartos, e James Harden teve muitas dificuldades para totalizar 19, enquanto Clint Capela somou 14 rebotes e 12 pontos. No último minuto, Paul tentou uma infiltração, marcado por Quinn Cook, não conseguiu fazer a cesta, caiu e saiu do jogo devido a uma lesão na coxa, que pode deixá-lo de fora do sexto duelo da série.

"Ele não está muito feliz", reconheceu o treinador Mike D'Antoni. "Ele queria estar lá e, claro, está preocupado. Vamos ver amanhã (sexta-feira) como tudo está indo". Paul recebeu tratamento após o jogo e não falou com a imprensa.

Kevin Durant anotou 29 pontos, mas só dois no último quarto, e Draymond Green somou 15 rebotes e 12 pontos pelo Warriors, que não contou novamente com o lesionado Andre Iguodala e perdeu o quinto encontro de uma série de playoffs apenas pela segunda ocasião desde 2015. Como poderá acontecer com o Cleveland Cavaliers na Conferência Leste, em que está em desvantagem de 3 a 2 diante do Botton Celtics e nesta sexta-feira será mandante no Jogo 6, o Warriors corre o risco de ver encerrada uma série de três presenças consecutivas na final da NBA.

"Nós estivemos nesta situação antes. Então é um capítulo que precisamos resolver para terminar a história", disse Stephen Curry, que somou 22 pontos, sete rebotes e seis assistências.