• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Seleção masculina de vôlei bate Alemanha chega à 2ª vitória na Liga das Nações

  • COMPARTILHE
Esportes

Seleção masculina de vôlei bate Alemanha chega à 2ª vitória na Liga das Nações

A seleção brasileira masculina de vôlei fez uma boa apresentação neste domingo e derrotou a Alemanha por 3 sets a 0, com parciais de 26/24, 25/23 e 26/24, na cidade de Kraljevo, na Sérvia, no terceiro jogo da Liga das Nações.

Com o resultado, o Brasil fecha a primeira semana de disputa da competição com duas vitórias (também bateu a Sérvia por 3 a 0), uma derrota (por 3 a 2 para a Itália) e sete pontos na classificação. A equipe de Renan Dal Zotto volta à quadra na próxima semana, em Goiânia, quando enfrentará a Coreia do Sul, na sexta-feira, o Japão, no sábado, e os Estados Unidos no domingo.

"A Alemanha é vice-campeã europeia. É uma equipe alta, com centrais gigantes. Sabíamos que seria difícil. Missão quase cumprida. Não estamos satisfeitos totalmente por causa da derrota de ontem (sábado, para a Itália). Sabíamos que, mesmo com um grupo difícil, era importante todos atuarem um jogo ou parte dele", disse Renan.

"Ontem começamos com uma equipe e tivemos que alterar no meio. Hoje conseguimos manter bem. Temos que melhorar em alguns fundamentos. Precisamos de tempo para treinar e ajustar as coisas. Agora voltamos ao Brasil porque semana que vem tem três jogos importantes.

No duelo contra a Alemanha, Renan optou por começar em quadra com William, Isac, Éder, Lipe, Maurício Borges, Wallace e Murilo como líbero. A vitória, apesar de ter sido por 3 sets a 0, não mostra muito como foi o jogo.

A seleção alemã também fez uma boa apresentação e vendeu caro todos os sets. O Brasil teve como principais jogadores Wallace, que fechou a partida com 16 pontos e Éder, que fez 10 pontos. Para a próxima semana Renan também ganhou um problema. Maurício Borges deixou a quadra no meio do segundo set com dores na panturrilha.