• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Valentim confirma estreia de Yago no Botafogo contra o Vitória

  • COMPARTILHE
Esportes

Valentim confirma estreia de Yago no Botafogo contra o Vitória

O técnico Alberto Valentim confirmou nesta sexta-feira que o zagueiro Yago fará sua estreia com a camisa do Botafogo no jogo contra o Vitória, no domingo, pela sétima rodada do Brasileirão. Ele vai substituir Joel Carli, que recebeu o terceiro cartão amarelo no jogo passado e terá que cumprir suspensão.

"Vai jogar o Yago e algumas outras situações eu gosto de definir até o último treino. Uma forma de ver se todos estão prontos. O restante vou esperar até o treino de amanhã", afirmou o treinador, referindo-se ao treino de sábado, o último antes da partida no Engenhão.

A entrada de Yago, ex-Corinthians, deve ser a única mudança na equipe carioca, em relação à derrota para o América-MG, por 1 a 0, no domingo passado. Assim, o Botafogo deve ser escalado com Jefferson; Marcinho, Yago, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Gustavo Bochecha e Renatinho; Luiz Fernando e Brenner.

Questionado sobre o desempenho do time na rodada passada, Valentim admitiu que o Botafogo deixou a desejar, principalmente nas finalizações. "A gente precisa melhorar esses números de finalizações. Não é culpa só dos três lá da frente. Precisamos fazer com que a bola chegue até eles, que possamos criar mais situações de gol", comentou.

"Em alguns treinamentos procuramos fazer com que a gente finalize mais, um conceito que precisamos melhorar. Temos um bom número de jogadas pelo lado e temos que finalizar mais, é importante. Quem não finaliza não faz o gol", completou.

Sem confirmar a escalação, Valentim aproveitou a entrevista coletiva desta sexta para comemorar a marca de 100 dias no comando da equipe carioca. "É uma semana especial pra mim. Cem dias de trabalho é uma marca legal e estou muito feliz por isso bater com o aniversário do Anderson Barros, um cara que acreditou no meu trabalho e que me trouxe para cá", disse o técnico, ao citar o diretor de futebol do clube carioca.