• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Desfalcado no ataque, Abel escala Douglas e levará Flu no 3-6-1 para clássico

  • COMPARTILHE
Esportes

Desfalcado no ataque, Abel escala Douglas e levará Flu no 3-6-1 para clássico

O Fluminense encerrou nesta quarta-feira a preparação para o clássico de quinta diante do Flamengo, no Mané Garrincha, pelo Campeonato Brasileiro. Já em Brasília, o técnico Abel Braga comandou uma atividade no CT do Brasiliense e confirmou o time tricolor com uma importante mudança para o duelo.

Sem poder contar com Pedro e Marcos Júnior no ataque, ambos contundidos, Abel mexerá no esquema tático da equipe. João Carlos está mantido como centroavante, mas será o único no setor. Isso porque Douglas foi escalado entre os titulares, o que mudou o Fluminense para o 3-6-1.

Perguntado sobre a novidade, o volante Richard minimizou. "Não muda nada. O Douglas é um excelente jogador, vai procurar fazer a função dele com Sornoza e Jádson. O professor optou por esse mudança e o Douglas está preparado. Vamos procurar o gol e a vitória, que é o mais importante."

Com o novo esquema, Abel deverá levar o Fluminense a campo para o clássico com: Júlio César; Gum, Renato Chaves e Luan Peres; Gilberto, Douglas, Jádson, Richard, Sornoza e Marlon; João Carlos. Foi com esta formação que ele armou o time no treino desta quarta, que contou com a presença de cerca de 50 torcedores.

"É como o Abel sempre fala, torcedor é soberano. Eles nos dão força para correr mais dentro de campo, para procurar a vitória e uma posição melhor no Brasileirão. Estão aqui apoiando e isso é muito bom", considerou Richard.

Nono colocado do Brasileirão, e vindo de derrota para o Paraná, o Fluminense encara o líder disparado do campeonato. Apesar disso, Richard descartou qualquer favoritismo. "Clássico não tem favorito, independente de eles estarem em primeiro lugar no campeonato. O mais importante é a gente acreditar em nós mesmos, no que a gente vem fazendo, no nosso trabalho árduo. Mais do que nunca, amanhã é uma oportunidade de somar."