• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Nadal reage, vira sobre Schwartzman e vai à semifinal de Roland Garros

  • COMPARTILHE
Esportes

Nadal reage, vira sobre Schwartzman e vai à semifinal de Roland Garros

Nadal se recuperou das oscilações de quarta e impôs forte ritmo ao jogo, ao mesmo tempo em que o argentino caiu fortemente de produção e pouco fez para ameaçar o triunfo do favorito

Depois de levar um susto na quarta-feira, Rafael Nadal buscou a reação contra o argentino Diego Schwartzman nesta quinta e garantiu presença em mais uma semifinal de Roland Garros. O atual número 1 do mundo venceu o jogo pelo placar de 3 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 6/3, 6/2 e 6/2. O duelo teve início na quarta, mas foi interrompido pela chuva.

Sob sol forte e céu limpo em Paris, os dois tenistas voltaram a quadra para continuar a partida com Schwartzman liderando o marcador com 6/4 e 3/5. E, neste retorno, Nadal se recuperou das oscilações de quarta e impôs forte ritmo ao jogo, ao mesmo tempo em que o argentino caiu fortemente de produção e pouco fez para ameaçar o triunfo do favorito.

Na quarta, Schwartzman fez grande início de jogo. Além de vencer o set inicial, acabando com uma série invicta de 37 sets seguidos do espanhol em Paris, o número 12 do mundo saiu em vantagem no segundo set, com uma quebra de saque. Quando dominava o jogo, a chuva paralisou o jogo pela primeira vez. Na retomada, poucos minutos depois, Nadal reagiu e virou o placar na segunda parcial. E a chuva interrompeu novamente o duelo.

Nesta quinta, o líder do ranking entrou em quadra esbanjando força e disposição em buscar cada bola do rival. Neste ritmo, fechou o segundo set e iniciou o terceiro com quebra. Chegou a fazer 4/1 antes de vencer a parcial e virar o jogo.

Longe de repetir a performance de quarta, Schwartzman errava muitas bolas e mal conseguia oferecer resistência. Foram, ao todo, 64 erros não forçados, contra 46 do favorito. Além disso, ele não repetiu as variações em quadra e nem a postura agressiva que dera certo no set inicial.

O quarto set foi uma repetição do terceiro. Nadal seguia disparando bolas vencedoras de todos os pontos da quadra e o argentino seguia apático. O espanhol faturou duas quebras de set com certa tranquilidade e até desperdiçou um match point no saque do rival. Ao sacar para o jogo, perdeu mais dois e fechou o jogo na quarta oportunidade, após 3h42min.

Em seu caminho rumo ao 11º título de Roland Garros, o número 1 do mundo vai encarar na semifinal o vencedor do duelo entre o argentino Juan Martín del Potro e o croata Marin Cilic, que também precisou ser paralisado na quarta-feira por conta da chuva. E será retomado nesta quinta.

A outra semifinal em Paris já está definida. O austríaco Dominic Thiem, atual número oito do mundo, vai encarar a surpresa Marco Cecchinato, da Itália, atual 72º do ranking. As semifinais masculinas estão programadas para a sexta-feira.